quarta-feira, 25 de maio de 2016

Fraudes em prefeituras paraenses chegaram a R$ 17 milhões

Radialista acusado de participação no esquema está foragido
A operação 'Lessons', realizada em conjunto pela Polícia Federal, Controladoria Geral da União,
Receita Federal e Ministério Público Federal, realizada na manhã desta terça-feira (24), desarticulou um esquema de desvio de recursos públicos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) por empresa fornecedora de materiais didáticos para as prefeituras de Belém, Marituba, Tomé-Açu, Acará, Inhangapi e Vitória do Xingu. As fraudes teriam chegado a R$ 17 milhões em contratos. 
Foram detidos o vereador Anderson Lima, Washington Canté, Reron Melo de Souza, Alberto Pereira, Raimundo Edson, Mario Wilson, Angélica Mota e Washington Maia. 
Apenas uma prisão preventiva não foi cumprida, a do radialista paraense Raimundo Nonato Pereira, que está foragido. Na casa dele, foram apreendidos cerca de R$ 76 mil em dinheiro e 130 gramas de uma substância, que pode ser haxixe. A função de Pereira, segundo as investigações, era buscar novos contratos e cobrar ao vivo, em seu programa de rádio, que os administradores municipais pagassem pelos contratos quando houvesse atraso. 
As empresas acusadas são a BR 7 e a IHOL Idiomas. Durante a operação, os agentes também apreenderam vários carros de luxo, que foram encaminhados para a sede da Polícia Federal, em Belém.
WASHINGTON CANTÉ: Esta não é a primeira vez que Washington Luiz Dias Lima (Washington Canté) é preso acusado de prática de crimes. Em abril de 2010, uma equipe de Policiais Civis, ao comando dos Delegados Jamil Farias Casseb e Silvio Birro Duarty Neto, prendeuWashington Luiz Dias Lima, o conhecido ‘Washington Canté’, acusado de vários crimes nas cidades de Santarém e Uruará, dentre eles, o de Estelionato e Formação de Quadrilha ou Bando.
‘Washington Canté‘ foi preso por força de um Mandado de Prisão expedido pelo Juiz de Direito da Comarca de Uruará. Os problemas com a Polícia e Justiça começaram quando‘Washington Canté‘ era proprietário de uma loja de venda, revenda e financiamento de veículos em Santarém, denominada ‘Garantia Veículos‘, e alguns clientes sentindo-se lesados, fizeram diversas denúncias de ‘golpes‘ na Polícia Civil e ao Ministério Público, que culminou com o cumprimento de um Mandado de Busca e Apreensão feita pela Polícia Civil e MP na casa de ‘Washington Canté‘ e, consequentemente, prisão em flagrante de sua esposa por porte ilegal de arma de fogo
Como funcionava o esquema
Segundo informações da Polícia Federal, as investigações começaram no início do ano e revelaram que a empresa IHOL Idiomas foi criada com objetivo de ensinar inglês e fornecer livros didáticos para prefeituras de alguns municípios do Pará. O material seria criado pelo próprio sócio administrador da empresa e vendido a preços exorbitantes. Composto por três livros em inglês e 3 dvd’s, o kit era vendido ao preço unitário de R$ 1,8 mil para as prefeituras. 
'A operação começou no início do ano na CGU (Controladoria Geral da União), a partir de denúncias anônimas que nos saltaram os olhos pelo fato de que uma empresa recém-nascida já estava fechando contratos no valor de R$ 2 milhões e que nem tinha quadro de funcionários', detalha Israel Carvalho, coordenador do núcleo de operações especiais da CGU.  ORM News

Conquista de excelência pelo Hospital Regional de Altamira é destaque na Hospitalar 2016

A diretora de Apoio Assistencial do Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), Luciane Ramos Madruga, que é enfermeira especialista em Controle de Infecção Hospitalar, ministrou a palestra com o tema Busca da Excelência da Gestão nos Resultados Institucionais e Conquista da Acreditação ONA 3 em São Paulo, na Hospitalar Feira+Fórum 2016.
Em sua palestra, a diretora abordou a história da unidade hospitalar, explicando desafios e conquistas no período de 2010 a 2016, quando recebeu da Organização Nacional de Acreditação (ONA) as acreditações como ONA1 - Acreditado, ONA2 - Acreditado Pleno e ONA3 - Acreditado com Excelência. Realizada entre os dias 17 e 20 de maio, na Expo Center Norte, a Hospitalar Feira+Fórum 2016 contou também com a presença do diretor geral do HRPT, Edson Gonçalves Primo. 
Hospital
O Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT) está situado na Amazônia Legal, foi inaugurado em 2006, pertence ao governo do Estado do Pará, gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). A unidade é referência em média e alta complexidades para aproximadamente 600 mil habitantes que fazem parte dos nove municípios da Região Integração do Xingu (Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Porto de Moz, Sen J Porfírio, Uruará, Vitória do Xingu). A unidade fica na cidade polo de Altamira, às margens da Transamazônica, a 754 quilômetros da capital, Belém. Neste mês de maio, o HRPT foi citado também pela revista Exame como um dos dez hospitais públicos de excelência no Brasil.


MAIS UM BANCO VOLTA A SER ASSALTADO NA CIDADE DE RUROPOLIS

Desta vez a vítima dos assaltantes foi a Agencia do BRADESCO. Ontem, por volta das 14h50min, dois assaltantes adentraram a agencia e renderam o vigilante, amarraram dois clientes e os funcionários e levaram uma boa quantia em dinheiro. Os ladrões fugiram em um veículo FIESTA sedan preto de placa (NSY-4329), de propriedade da gerente administrativa. Os assaltantes, de acordo com informações não oficiais, estavam sob a cobertura de mais dois elementos e fugiram pela Rodovia Santarém/Cuiabá (BR 163) – Ramal Norte (sentido Santarém). Tentamos entrar em contato com o gerente geral daquela casa de crédito, mas não foi possível, já que o mesmo informou que não tem autorização da sua regional, para dar qualquer tipo de informação. De acordo com as últimas informações, o veículo da gerente administrativa já foi recuperado e se encontra no pátio da DEPOL local. Vale ressaltar, que já é a segunda vez que essa agencia é assaltado. Com informações Sem polemica


terça-feira, 24 de maio de 2016

Prefeitura de Vitória do Xingu é alvo de operação da Policia Federal no Pará

Vitória do Xingu e mais cinco municípios do Pará são investigados em desvios do FUNDEB
Uma operação conjunta da Polícia Federal, Controladoria Geral da União, Receita Federal e Ministério Público Federal, realizada na manhã desta terça-feira (24), desarticulou um esquema de desvio de recursos públicos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) por empresa fornecedora de materiais didáticos para várias prefeituras municipais do Pará.
Buscas estão sendo efetuadas nas empresas envolvidas na fraude, nas residências dos sócios responsáveis pelo esquema e nos órgãos públicos investigados. Estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão, três mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e oito conduções coercitivas em Belém, Marituba, Tomé-Açu, Acará, Inhangapi e Vitória do Xingu. A Justiça Federal decretou também o sequestro de bens móveis e imóveis dos responsáveis pelo esquema.
Segundo informações da Polícia Federal, as investigações começaram no início do ano e revelaram que uma empresa foi criada com objetivo de para ensinar inglês e fornecer livros didáticos. O material seria criado pelo próprio sócio administrador da empresa e vendido a preços exorbitantes.
Composto por três livros em inglês e 3 dvd’s, o kit era vendido ao preço unitário de R$ 1,8 mil para as prefeituras.
Apurou-se que de dezembro de 2014 a dezembro de 2015, as prefeituras pagaram à empresa contratada cerca de R$ 10 milhões.
Os presos serão indiciados pelos crimes de associação criminosa, peculato, corrupção passiva, e tráfico de influência. Participam da operação 70 policiais federais, 17 auditores da Controladoria Geral da União e oito auditores da receita federal. Fonte: ORMNEWS

Polícia Civil cumpre mandado de prisão preventiva contra acusada de estelionato em Uruará

A Polícia Civil de Uruará, oeste paraense, cumpriu no último final de semana o mandado de prisão
preventiva expedido contra Djanira Mendes da Costa, pelo crime de estelionato. A prisão foi realizada após denúncias informarem que a mulher estaria aplicando golpes em fazendeiros da região.
Após investigações, a equipe policial encontrou um fazendeiro que informou que a acusada estava comprando sua fazenda pela quantia de 7 milhões de reais e pagaria à vista. A equipe de investigadores de plantão descobriu que Djanira Mendes havia comprado uma fazenda no KM 224 da rodovia BR 220 no valor de R$ 1.700.000 e não efetuou o pagamento. Foi constatado também que a acusada teria dado golpe em comércios nos municípios de Uruará e Placas. 
Um fazendeiro do município de Pacajá que teve um prejuízo de mais de 1 milhão de reais e uma lojista do município de Trairão compareceram até a Delegacia para denunciar a estelionatária. A operação foi comandada pelo delegado Walison Damasceno e contou com a participação dos investigadores Eladio e Tadeu. PC-Pa

sábado, 21 de maio de 2016

Justiça Federal condena ex-prefeito Lira Maia

Maia perde direitos políticos por 10 anos e terá que devolver R$ 10 milhões
Um dia depois do DEM lançar pré-candidatura à Prefeitura de Santarém, em decisão proferira nesta sexta-feira, dia 20, a Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Santarém, Joaquim de Lira Maia a perda de seus direitos políticos por 10 anos, além de devolução de quase 10 milhões de reais aos cofres públicos por improbidade administrativa.
A sentença foi proferida pelo juiz federal titular de Seção Judiciária de Santarém, Dr. Domingos Daniel Moutinho da Conceição Filho, titular da 1ª vara. Além de Maia, foram condenados o empresário Francisco de Araújo Lira, dono da Construtora Tupaiu, Jerônimo Pinto, ex-vereador e ex-titular da secretaria de Infraestrutura, e Maria José Marques, ex-secretária municipal de Educação (já falecida).
Lira Maia também terá que devolver duas fazendas de sua propriedade – Fazenda Maravilha e Fazenda Boa Vista – ambas adquiridas, segundo relato do juiz na sentença, com dinheiro desviado do Fundef. Trata-se de uma Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público Federal contra Joaquim de Lira Maia e demais citados, com relação a desvio de verbas do Fundeb nos anos de 1998 e 1999. Os condenados podem recorrer da decisão. Fonte: RG 15\O Impacto

DISCURSO DE VEREADORES NA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 20 DE MAIO DE 2016

Com um discursos afinado e preciso 03 nobres vereadores Zenilson PMDB, Jackson PP e Gilmar
PMDB disseram algumas verdades, onde o Vereador Zenilson destacou que quem apoia um ladrão pode ser comparado com o mesmo, já o vereador Jackson destacou que quem roubou sempre sera ladrão ate que seja julgado. O vereador Gilmar foi mais sábio é destacou que devemos ter cuidado para não deixar acontecer com em 2012. Estranho os Vereadores Gilmar e Jackson em 2012 tiveram a chace de não deixar acontecer o calote do ex-prefeito Eraldo pimenta, pois Gilmar Milansk era presidente da câmara e não se posicional em defesa do povo. (É antes tarde do muito tarde)
O Vereador Zenilson relatou a verdadeira situação critica que atravessa o Município de Uruará, mas não lembrou de falar que o ex-prefeito e agora deputado estadual, que o mesmo tanto defende também saqueou o município de Uruará deixando 3 meses sem salários os funcionários públicos, roubando mais de 7.000.000,00, deixando centenas de pessoas passando fome, onde lamentável os 03 nobres vereadores são assessores parlamenta do deputado caloteiro. # HIPOCRISIA TEM LIMITES#.

PROCESSOS E MAIS PROCESSOS CONTRA ERALDO PIMENTA.

A Desembargadora Vânia Lucia em Andamento do Processo n. 00000900320078140000 - 02/05/2016 do TJPA Secretaria das Câmaras Criminais Reunidas contra o Deputado Eraldo Pimenta, cometeu um erro onde destaca que Eraldo Pimenta reassumiu o cargo de Prefeito Municipal de Uruará/PA no ano de 2014, onde o citado acima assumiu o cargo de Deputado e não de prefeito.
DESPACHO DO DIA 19/05, Tendo em vista as informações contidas às fls. 479 e 494, as quais dão conta de que o acusado ERALDO SORGE SEBASTIÃO PIMENTA foi eleito Deputado Estadual no ano de 2014, e ainda, conforme disposto no art. 46, XI, a do Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, afirmando que cabe ao Tribunal Pleno processar e julgar originalmente os deputados estaduais por crime comum, chamo o feito à ordem e torno sem efeito o despacho de fls. 496, e, determino ainda que os autos sejam remetidos à Secretaria Judiciária para os devidos fins de direito, sem prejuízo de que o feito seja mantido em minha relatoria. Belém/PA,16 de maio de 2016. DESA. VÂNIA LÚCIA SILVEIRA.RELATORA.
VEJA ABAIXO:

12 -PROCESSO: 00000900320078140000 PROCESSO ANTIGO: 200730001209 MAGISTRADO (A)/RELATOR (A)/SERVENTUÁRIO (A): VANIA LUCIA CARVALHO DA SILVEIRA Ação: AÇÃO PENAL em: 28/04/2016---AUTOR:JUSTIÇA PÚBLICA REU:ERALDO SORGE SEBASTIAO PIMENTA Representante (s): RICARDO AFONSO ALHO CORREA (ADVOGADO) . PROCESSO N.º 2007.3.000120-9 AÇÃO PENAL ORIGINÁRIA ÓRGÃO JULGADOR: CÂMARAS CRIMINAIS REUNIDAS. COMARCA DE ORIGEM: URUARÁ/PA AUTOR: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARÁ. PROCURADOR DE JUSTIÇA: DR. CLÁUDIO BEZERRA DE MELO RÉU: ERALDO SORGE SEBASTIÃO PIMENTA - PREFEITO MUNICIPAL DE URUARÁ/PA ADVOGADO: RICARDO AFONSO ALHO CORRÊA RELATORA: DESA. VÂNIA LÚCIA SILVEIRA. DESPACHO Tendo em vista as informações contidas às fls. 479 e 494, as quais dão conta de que as testemunhas a serem ouvidas nestes autos residem no município de Altamira/PA e que, o acusado ERALDO SORGE SEBASTIÃO PIMENTA, reassumiu o cargo de Prefeito Municipal de Uruará/PA no ano de 2014, expeçam-se CARTAS DE ORDEM às referidas comarcas, a fim de que sejam realizadas as inquirições das testemunhas arroladas às fls. 150, em Altamira/PA e também para que se faça a qualificação e interrogatório do acusado em Uruará/PA. Cumprase com as cautelas legais. Belém/PA, 29 de abril de 2016. DESEMBARGADORA. VÂNIA LÚCIA SILVEIRA.RELATORA.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

MUITA CONFUSÃO NA SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES DESSA SEXTA FEIRA.


PREFEITO TEM MAIS UMA VITORIA NA CÂMARA DE VEREADORES.
Depois de muito bate boca, onde segundo informações da Comissão Processante a Liminar deferida pelo Juiz a favor do prefeito municipal de Uruará, estava cheio de erros, onde ate o numero da Comissão que era 001 onde na Liminar contava 013. Diante disso o processo de votação deu continuidade, onde foi interrompido pela chegada de uma oficial de justiça com uma nova Liminar que não foi aceita pelo presidente da casa de lei.
A Comissão processante criada em 17 de Fevereiro, composta pelo presidente, Vereador Macedônio Lima Nascimento, relator Vereador, Amauri Sousa de Oliveira, e membro Vereador Jachison de Oliveira Lima, onde a comissão, tinha um prazo de 25 dias para apresentar o relatório das investigações, referente à empréstimo consignado da caixa econômica que são descontado do funcionário e não repassado para a instituição financeira.Votaram pela cassação do prefeito, Amauri, Paulo Medeiros, Gilmar Milanski, Zenilson Negão, Jachinson Oliveira, Edson Boca Preta e Gedeon Moreira.
Os Vereadores Valdecir Terra, Luiz macedo e Marcedonio votaram contra a cassação do Prefeito onde os Vereadores e Manoel Ribeiro, Rodoaldo Pacheco e Silvestre abstiveram seus votosm para o Afastamento do prefeito
Com a possibilidade de ser cassado seu mandato pela câmara municipal de Uruará, o Prefeito Everton Moreira SSD ingressou nessa Quinta feira dia 19, com um mandato de segurança com pedido de liminar, alegando que a câmara de Vereadores instaurou uma comissão processante que esta ilegal, violando o direito de defesa do gestor municipal. Em razão o Juiz, Deferir a Liminar, determinando a suspensão dos atos da comissão processante ate o julgamento do mandato de segurança, sob pena de nulidade plena do ato e multa diária de R$ 5.000,00.



LIMINAR DERRUBA COMISSÃO PROCESSANTE ONDE PREFEITO PODERIA TER SEU MANDATO CASSADO.

A câmara municipal de Uruará iria vota nessa sexta feira dia 20/05/2016 as nove horas da manhã, o mandato do gestor municipal de Uruará pela comissão processante referente à empréstimo consignado da caixa econômica.
Diante da possibilidade de ser cassado seu mandato pela câmara municipal de Uruará, o Prefeito Everton Moreira SSD ingressou nessa Quinta feira dia 19, com um mandato de segurança com pedido de liminar, alegando que a câmara de Vereadores instaurou uma comissão processante que esta ilegal, violando o direito de defesa do gestor municipal. Em seu despacho o Juiz da Comarca de Uruará Vinícios de Amorim Pedrassoli declarou o risco do afastamento do prefeito por uma ato ilegal causando prejuízos em sua gestão e ao município.  Em razão o Juiz, Deferir a Liminar, determinando a suspensão dos atos da comissão processante ate o julgamento do mandato de segurança, sob pena de nulidade plena do ato e multa diária de R$ 5.000,00.  Uma Comissão processante criada em 19 de Fevereiro, composta pelo presidente, Vereador Macedônio Lima Nascimento, relator Vereador, Amauri Sousa de Oliveira, e membro Vereador Jachison de Oliveira Lima, onde a comissão, tinha um prazo de 25 dias para apresentar o relatório das investigações.
Nesta sexta-feira seria votado o relatório final da comissão processante que pedia a cassação do mandato do prefeito por desvio de recursos que deveriam ser repassados à CAIXA.


quinta-feira, 19 de maio de 2016

VEREADOR URUARAENSE TEM RESIDENCIA ALVEJADA POR TIROS DE PISTOLA NESSA MADRUGADA.

A casa do vereador Edson Boca Preta (PR) foi alvejada nesta madrugada por sete tiros de pistola 380. Segundo informações, os tiros podem ter alguma ligação com a votação dessa Sexta Feira onde será votada a cassação do prefeito. Foi solicitado pelo presidente do Sintepp que a policia reviste a todos na entrada da câmara nessa Sexta Feira dia 20, onde sera votado a cassação do gestor municipal. A policia esta investigando o caso, onde também circulou a noticia que a casa do Vereador Luiz Macedo também tinha sido alvejada por tiros nessa madrugada, mas a noticia não é verdadeira, onde o crime de intimidação só foi ocorrido na residencia do Vereador Edson.
VEJA LOGO MAIS: CASA DE VEREADOR É ATINGIDA POR TIROS NESSA MADRUGADA NO KM 201. SEGUNDO INFORMAÇÕES A CASA DE OUTRO VEREADOR TAMBÉM FOI ATINGIDA POR TIROS EM URUARÁ. A COISA ESTA FICANDO SERIA NO MUNICÍPIO.

COMÉRCIO DEVE FECHAR AS PORTAS NESTA SEXTA-FEIRA (20), COMO SINAL DE APOIO AOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS E PROTESTO CONTRA O GOVERNO BANHA

Em reunião realizada na noite desta quarta-feira (18), na Câmara Municipal de Vereadores de Uruará,
ficou definido que os comerciantes fecharão suas portas em manifestação contra o prefeito de Uruará, Everton Moreira (BANHA), do SD.Os comerciantes participarão da Sessão, que deverá cassar o prefeito.
Na reunião, fizeram-se presentes representante da CDL, ACIAU, Servidores Públicos Municipais, entre outras lideranças.
Ficou definido ainda, que nesta quinta-feira (19), uma carreata será realizada na cidade, na parte da tarde.Diante dos descasos da atual gestão, a população não aguenta mais. O objetivo deste manifesto é cobrar dos vereadores, atitude em prol do Município, uma vez que são eles, os representantes do povo. Por Cirineu Santos

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Polícia Civil desarticula associação criminosa em Rurópolis

A Polícia Civil de Rurópolis, oeste paraense, prendeu na última segunda-feira, dia 16, durante a
operação "Lex", quatro integrantes de uma associação criminosa que atuava no município praticando crimes contra o patrimônio, ameaças, furtos e danos e apreendeu dois adolescentes.
Na casa de um dos acusados foram encontrados cartuchos de espingardas, foices, martelos, facas e outros objetos que haviam sido furtado de um comércio local na madrugada de domingo.
Segundo o delegado Ariosnaldo Filho, as investigações irão continuar para prender outros integrantes da associação criminosa que estão foragidos. 
Os adolescentes foram encaminhados ao Ministério público. A operação foi comandada pelo delegado Ariosnaldo Filho e contou com o apoio dos investigadores Fagner André e Marcos Aldrim, e do escrivão Ronivaldo Colares. PC-Pa

PREFEITO DE URUARÁ NA BERLINDA EM UMA ADMINISTRAÇÃO EMBLEMÁTICA.

A câmara municipal de Uruará votará nessa sexta feira dia 20/05/2016 as nove horas da manhã, o mandato do gestor municipal de Uruará pela comissão processante referente à empréstimo consignado da caixa econômica.
Sexta Feira dia 20 a câmara Municipal de Uruará que tem como presidente da casa Gedeon Moreira que já declarou seu voto a favor da cassação do mandato do Prefeito, onde a movimentação é grande, pelo pedido de cassação do mantado do prefeito de Uruará, Éverton Moreira. Onde a Câmara de Vereadores diante de uma comissão Processante instaurada no ultimo dia 19 de Fevereiro, como base no financiamento entre os servidores publico e Caixa Econômica Federal, dinheiro descontado dos salários dos servidores público municipal, e não repassado para a instituição financeira, caracterizando apropriação indébita.
A Comissão processante criada em 19 de Fevereiro, composta pelo presidente, Vereador Macedônio Lima Nascimento, relator Vereador, Amauri Sousa de Oliveira, e membro Vereador Jachison de Oliveira Lima, onde a comissão, tinha um prazo de 25 dias para apresentar o relatório das investigações.
Nesta sexta-feira será votado o relatório final da comissão processante que deve pedir a cassação do mandato do prefeito por desvio de recursos que deveriam ser repassados à CAIXA.
Segundo o Presidente do Sintepp a volta das aulas depende da Câmara de Vereadores.

Hospital Regional de Altamira realizará cursos e oficinas na Semana de Enfermagem

Da Responsabilidade ao Envolvimento: Vivência da equipe frente ao cuidado do paciente crítico, este é o tema da palestra de abertura e que norteará também a Semana de Enfermagem do Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, na região sudoeste do Pará. Durante o café em comemoração ao Dia Mundial do Enfermeiro, no último dia 12, a diretoria do HRPT lançou oficialmente a programação do evento, que este ano contará com a participação, além dos enfermeiros e técnicos, da equipe multidisciplinar da instituição para envolver ainda mais as equipes da unidade em todos os procedimentos.
Para os homenageados do dia, um dos resultados mais importantes no desenvolvimento do trabalho é a recuperação da saúde do indivíduo e do coletivo. “Ser enfermeira para mim é ter responsabilidade ética e profissional daquilo que um dia eu me comprometi a estudar e aplicar, o cuidado de forma científica, sobretudo, com humanização e amor. Sou extremamente feliz e realizada com a profissão que escolhi. Amo ser enfermeira”, afirmou a enfermeira do Núcleo de Educação Permanente (NEP), Bruna Jacomel.

Semana de Enfermagem

A Semana de Enfermagem do HRPT vai acontecer de 23 a 31 de maio e todos os cursos e oficinas serão voltados para o paciente crítico, com capacitação em cuidados intensivos, atendimento de intercorrências, gestão e liderança, entre outros. “Estamos buscando sempre o melhor para os nossos colaboradores. Capacitá-los é oferecer qualidade de atendimento ao usuário e crescimento profissional para nossa equipe”, afirmou a diretora de enfermagem, Josieli Pinheiro.

Programação

23/05 – 10h - Abertura oficial - Palestra com a psicóloga alagoana, Eleonora Fernandes
23/05 até 31/05 – Cursos de Capacitação
25 a 31/05 – SEMANA DO PRONTUÁRIO (Oficinas e sensibilização realizada pela Comissão de Ética de Enfermagem em parceria com a Auditoria de Prontuário voltada para a qualidade dos registros, especialmente em relação ao atendimento do paciente crítico, intercorrências e óbito).

Hospital

Gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o HRPT é uma unidade pública e gratuita pertencente ao Governo do Estado. A unidade tem a certificação máxima de qualidade, a ONA 3 – Acreditado com Excelência, concedido mediante o cumprimento das melhores práticas hospitalares e de qualidade assistencial. 
A unidade foi destaque também na revista Exame, que publicou em seu site, no domingo, 8 de maio, matéria intitulada “Estes são os 10 hospitais públicos de excelência no Brasil”, em que mostra as unidades de saúde do país que fornecem os melhores atendimentos à população, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Dos quase 3 mil hospitais públicos do país, apenas dez possuem o certificado de excelência concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

terça-feira, 17 de maio de 2016

Projeto quer combater assédios em repartições públicas

Projeto de Lei do deputado Ozório Juvenil visa preservar a dignidade pessoal e funcional do servidor público e coibir o assedio nas repartições públicas.
O parlamentar definiu que assédio moral é a exposição do funcionário, servidor ou empregado a situações humilhantes ou constrangedoras ou qualquer ação, palavra ou gesto, praticadas de modo repetitivo e prolongado, durante o expediente por agente, chefe, superior hierárquico ou qualquer representante que, no exercício de suas funções, abuse da autoridade de que é possuidor para atingir a autoestima e a autodeterminação do subordinado.
Incluiu ele, nesta situação, qualquer atitude da autoridade que vise, inclusive, impedir a evolução no servidor na carreira ou prejudicar sua estabilidade no serviço público. Pelo Projeto do deputado Ozório, os órgãos ou entidades da administração pública estadual, bem como concessionárias ou permissionárias, na pessoa de seus representantes legais, ficam obrigados a adotar medidas necessárias para prevenir o assédio moral no trabalho.
RENAIS CRÔNICOS - Projeto também do deputado Ozório Juvenil concede prioridade de atendimento em serviços públicos e privados às pessoas portadoras de doenças renais crônicas.
A iniciativa do parlamentar reconhece, no âmbito do Estado do Pará, que as pessoas com doenças renais crônicas, como portadoras de deficiência orgânica gozem de prioridade (atendimento preferencial) nos serviços prestados por agências bancárias, supermercados, lotéricas, serviços de saúde e todos aqueles abertos ao público.
Da mesma maneira o projeto do deputado Ozório assegura descontos e vantagens à essas pessoas nos ingressos de shows, cinemas, teatros, e ventos culturais. Para obter esses direitos e vantagens o doente renal crônico deve estar devidamente registrado na Associação dos Renais Crônicos e Transplantados do Pará.
AGRICULTURA - Outro Projeto apresentado pelo deputado Ozório Juvenil cria o Programa Jovem Agricultor nas escolas públicas, buscando a renovação de recursos humanos nas atividades rurais.
A agricultura é uma atividade antiga, cuja mão-de-obra dificilmente se rejuvenesce e, se não rejuvenesce, tende a ser extinta. Este setor tão importante para o desenvolvimento sócio econômico de qualquer região necessita de incentivo para que se obtenha inclusão social dos jovens. Por isso, o projeto apresentado pelo deputado Ozório visa auxiliar alunos da rede pública estadual de ensino a ter estimulo para o exercício da atividade agrícola por meio de aulas práticas e teóricas.
O Programa prevê - em sua grade de ensino - a abordagem da atividade agrícola no mercado de trabalho, métodos para a captação de recursos, aulas de campo e pesquisa visando a elaboração, inclusive, de planos de negócios.
O projeto propõe que o programa seja cumprido durante o ano letivo dos estudantes e que integre a grade curricular do curso com o objetivo de incentivar e conscientizar os jovens sobre a importância da agricultura, utilizando-se de palestras e visitas a produtores rurais.
O deputado Ozório Juvenil acredita que o incentivo a autonomia financeira e o surgimento de negócios agrícolas inovadores é de fundamental relevância para a economia do Estado e para a geração de emprego e renda à população, que vive do campo e que se beneficia com a oportunidade de acesso a novos conhecimentos. 
ILUMINAÇÃO - A revisão da rede de distribuição de energia elétrica no bairro da Liberdade, em Altamira, foi solicitada pelo deputado Ozório Juvenil ao Governo do Estado.
O parlamentar - em moção apresentada à Assembleia Legislativa - relata o estado precário em que se encontram postes de sustentação da rede de energia elétrica, além da acentuada falta de luminária na região. Salientou, ainda, o deputado Ozório que a iluminação deficiente no local está expondo a comunidade à ação de meliantes que se aproveitam da situação para praticarem furtos e assaltos.
Em consequencia, moradores do local estão evitando sair às ruas à noite para não sofrerem abordagem por parte de marginais o que, entretanto, não livra estudantes e trabalhadores que tem necessidade de transitar no bairro durante o horário noturno.

Polícias Civil e Militar prendem quatro pessoas acusadas de crime ambiental em Porto de Moz

As Polícias Civil e Militar de Porto de Moz, no Baixo Amazonas, prenderam em flagrante Raimundo Cleto Calado, José Maria Baleiro Xavier, José Luiz Baleiro Xavier e Claudio Ferreira Pacheco, por crime ambiental. Eles são acusados de realizar extração de madeira ilegalmente na Unidade de Conservação "Para sempre verde", localizada às margens do Rio Jauruçu, fiscalizada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).
Eles haviam cortado diversas árvores da espécie Itaúba e Cedro-Una, e destruído a floresta nativa para a exploração ilegal de madeiras. Ao todo foram apreendidos facões, machados, cabos de aço, um caminhão madeireiro F6000, quatro motoserras e uma motocicleta Honda. A operação foi comandada pelo delegado Mhoab Khayan e contou com a participação do investigador Robinson, do sargento Ribeiro e do cabo Cardoso, da Polícia Militar e dos analistas florestais do ICMBio. Pc-Pa




Prefeito de Vitória do Xingu é condenado

O prefeito de Vitória do Xingu, Erivando Oliveira Amaral (PSB), foi condenado a dois anos e quatro meses de detenção pela prática de crimes de responsabilidade. 
A decisão foi por unanimidade nas Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça do Pará, nesta segunda-feira (16).Por ser pena inferior a quatro anos e o acusado preencher os requisitos estabelecidos em lei, os desembargadores decidiram pela substituição da pena restritiva de liberdade em duas restritivas de direito, que são a limitação de fim de semana e a prestação de serviços à comunidade.De acordo com o artigo 147 da lei de Execução Penal, a execução da pena somente será possível após o trânsito em julgado da sentença condenatória, quando também incidirá a perda do cargo e a inabilitação para o exercício de cargo.
De acordo com o processo, sob a relatoria do desembargador Rômulo Nunes, o prefeito foi denunciado pelo Ministério Público por prática de crimes de responsabilidade, como ordenar ou efetuar despesas não autorizadas por lei, ou realizá-las em desacordo com as normas financeiras pertinentes e adquirir bens, ou realizar serviços e obras, sem concorrência ou coleta de preços, nos casos exigidos em lei.A denúncia do MP foi com base no depoimento de Hausdmirgston Silveira Guimarães, nomeado pela Secretaria de Educação de Vitória do Xingu como coordenador de educação da zona rural do município, sem que se fizesse constar a referida nomeação na folha de pagamento. Alega ainda que a remuneração por tal serviço seria feita através de pagamento online ou por meio de cheques nominais da própria administração municipal, os quais eram justificados por meio de notas fiscais “frias” da Cooperativa de Transporte Rodoviário de Passageiros (COOTAIT), e que foram juntadas ao processo.Fonre: DOL Com informações do TJPA

quinta-feira, 12 de maio de 2016

FALTA DE RESPEITO COM A POPULAÇÃO.

VERGONHA PARA OS NOBRES VEREADORES DE URUARÁ, ONDE O RECINTO DA CÂMARA DE VEREADORES É UMA VERDADEIRA SAUNA, COM ALGUNS VENTILADORES. OS GABINETES TODOS CLIMATIZADOS, JÁ O LOCAL DESTINADO AO POVO É UM ABANDONO COMPLETO. HOJE EM QUALQUER BOTECO QUE SE ENTRE AQUI EM URUARÁ OU EM OUTRA CIDADE TEM UMA CENTRAL DE AR CONDICIONADO, JÁ A NOSSA CASA DE LEI, MAU TEM UNS VENTILADORES QUE NEM SEMPRE FUNCIONA, LAMENTÁVEL.

CÂMARA DE VEREADOR VOTA O AFASTAMENTO DO PREFEITO DE URUARÁ.

Prefeito de Uruará sai vitorioso em mais uma tentativa de ser afastado do cargo 6x5 e 02 abstenção.
Em uma sessão extraordinária iniciada nessa tarde de Quinta Feira com incio as 14 horas com a presenças dos 13 vereadores.
O Requerimento protocolado pelos vereadores Paulo Medeiros,Gilmar Milanski, Jachison, Amauri e Zenilson  que pedia abertura de CPI para o afastamento imediato do prefeito de Uruará Éverton o Banha (SD. Com uma sessão muito acalorada não apenas pelo calor da situação e sim pelo calor absurdo no recinto da câmara que não tem uma central de ar condicionado, a população foi atraída para ver o desenrolar dos fatos que a meses vem acontecendo no município de Uruará. Votaram pelo afastamento do gestor: Amauri , Paulo Medeiros, Gilmar Milanski, Zenilson Negão, Jachinson Oliveira, Gedeon Moreira.
Já os Vereadores Valdecir Terra, Rodoaldo Pacheco, Silvestre, Marcedonio e Luiz macedo votaram contra o afastamento do Prefeito onde os Vereadores Edson Boca Preta e Manoel Ribeiro abstiveram seus votos. Para o Afastamento do prefeito deveria ter 9 votos a favor.

Processo de impeachment é aberto, e Dilma é afastada por até 180 dias

Senadores aprovaram instauração de processo por 55 votos a 22.
Presidente fica afastada por até 180 dias enquanto é julgada no Senado
O plenário do Senado Federal aprovou às 6h34 desta quinta-feira (12) a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff por 55 votos a favor e 22 contra. Com a decisão, ela fica afastada do mandato por até 180 dias. O vice-presidente Michel Temer deve assumir com afastamento de Dilma.O presidente Renan Calheiros (PMDB-AL) não votou – ele só votaria em caso de empate. Dois senadores, de licença médica, se ausentaram: Jader Barbalho (PMDB-PA) e Eduardo Braga (PMDB-AM). A sessão começou às 10h desta quarta-feira (11) e seguiu ao longo do dia e da noite. Dilma Rousseff deverá ser
oficialmente notificada nesta quinta (12) da decisão do afastamento.
Segundo Renan informou após o resultado da votação, a presidente vai manter, no período em que estiver afastada, o direito à residência oficial do Palácio da Alvorada, segurança pessoal, assistência saúde, remuneração, transporte áreo e terrestre e equipe a serviço do gabinete pessoal da Presidência.

Polícia chega a dois acusados do assalto em Rurópolis, um morreu

A polícia foi recebida a tiros por um dos investigados, os disparos por pouco não atingiram os policiais. Após um trabalho de inteligência da polícia civil, foi localizado nesta quarta (11) em
Altamira no sudoeste do Pará, um homem acusado de participar do assalto ao banco do BASA em Rurópolis no dia 12 de Abril deste ano, porém aoavistar as viaturas da polícia, o acusado atirou contra as guarnições e terminou sendo alvejado.
As investigações são da Superintendência Regional do Xingu que chegou até Marcio Barbosa, mais conhecido como “Macinho” e que também usava o nome de Barruam, ele estava na Rua G do RUC Jatobá (área residencial construída pela Norte Energia), segundo informações do GTO, estaria na casa de familiares se escondendo. 
“O delegado nos pediu esse apoio na incursão na residência, quando chegamos lá houve essa reação e a polícia não teve outra opção a não ser resistir e infelizmente ele veio a óbito” explicou o Tenente Lino do GTO/Altamira.
Barruam também teria participação na venda de drogas na cidade. O corpo do acusado será encaminhado para o IML para necropsia. 
De acordo com as investigações, o acusado tinha uma ficha extensa na polícia, ele estava com um mandado de prisão expedido pela justiça por participação em assalto a banco em Rurópolis no início deste ano, Marcio Barbosa também era acusado de homicídios, entre eles a morte do empresário dono da oficina Nando Motos em Altamira. 
Já por volta das 17h30 a polícia prendeu outro acusado, trata-se de Antônio Carlos Rodrigues Pereira, de 36 anos, ele estava no bairro Paixão de Cristo quando foi abordado, Antônio Carlos também é acusado de envolvimento no assalto ao Basa em Rurópolis, para a polícia Antônio Carlos disse que seria apenas o motorista do bando, porém na ausência de um dos assaltantes ele terminou participando ativamente do crime, durante a prisão Antônio caros não esboçou nenhuma reação e foi encaminhado para a superintendência regional do Xingu para prestar depoimento ao delegado Vinicius Dias. "Vamos continuar investigado ainda esse caso e todo o material já colhido será encaminhado à Divisão de Repressão de Roubos a Bancos, os mandos de prisão foram expedidos pela justiça de Rurópolis" explicou o superintendente Por: Felype Adms

quarta-feira, 11 de maio de 2016

PREFEITO DE URUARÁ DEVE SER AFASTADO DO CARGO NESSA QUINTA FEIRA.

Depois de muitas confusão entre câmara de vereadores de Uruará e a classe educacional do município diante dos atrasos salariais, cortes nos salários e demissões de profissionais, o vereador presidente Gedeon Moreira (PTB) acatou os apelos dos servidores públicos decidindo comandar o afastamento do senhor prefeito por 90 dias nessa quinta-feira. O Requerimento foi protocolado pelos vereadores Paulo Medeiros,Gilmar Milanski, Jachison, Amauri e Zenilson pede abertura de CPI e afastamento do prefeito de Uruará Everton o Banha (SD).Devem votar pelo afastamento do gestor: Buxudo , Paulo Medeiros, Gilmar Milanski, Zenilson Negão, Manoel Ribeiro, Jachinson Oliveira, Gedeon Moreira, Luiz Macedo, Edson Boca e Rodoaldo Pacheco. A sessão extraordinária esta marcada para iniciar as 14 horas dessa Quinta feira dia. Com o afastamento do prefeito a vice Maris Nicolod (DEM) deve assumir a cadeira do executivo e terá um grande missão de tentar organizar a situação critica que atravessa o município de Uruará.

segunda-feira, 9 de maio de 2016

ACIDENTE FATAL NA PONTE DO RIO CUARUAUNA EM PLACAS

Vítimas no inicio da tarde deste sábado dia 07 de maio de de 2016, um grave acidente envolvendo um
carro e uma motocicleta vitimou fatalmente a Plaquense Alcimare Martins de Oliveira de 34 anos, e deixou gravemente ferida a jovem Tamiles Martins de Oliveira a sua filha. Segundo as testemunhas do acidente, mãe e filha seguiam para o sitio da família em uma motocicleta Honda pop 100, e na saída da ponte do rio Curuauna foram atingidas por um Veículo SUV SsangYong Kyron com Placa de Fortaleza - Ceará, que seguia em alta velocidade e já estava descontrolado quando atingiu as vítimas. No carro vinham apenas duas pessoas, o condutor e o passageiro que fugiram do local em uma motocicleta que estava a beira do rio Curuauna, sem prestar socorro às vítimas. Após o acidente a policia Militar conseguiu capturar os dois suspeitos que fugiam pela Transamazônica no sentido
Placas-Uruará, eles foram detidos na delegacia de Placas, prestaram depoimentos e devem responder por crime de omissão de socorro. O fato é que o Município de Placas perdeu mais uma pessoa de bem, uma mãe de família, e uma jovem no auge de sua adolescência lutando entre a vida e a morte.  Por Gilberto Leite

Vaqueiro e decapita por companheiro na Transamazônica, próximo a cidade de Medicilândia (PA)

Uma equipe de tropeiros, conduzia cerca de 1.200 bezerros pela rodovia, ao chegar sobre a ponte do km 108, dois da equipe, o vaqueiro e o cozinheiro, se desentenderam. O caso aconteceu na tarde deste sábado (07) O crime aconteceu por volta das 15h no Km 108 da Rodovia Transamazônica no município de Medicilândia Pará.
O cozinheiro acabou matando o colega de trabalho com um tiro, e depois ainda decepou a cabeça da vítima, jogando dentro do rio, onde a tropa da boiada estava acampada para passar a noite. A polícia já apura as circunstâncias do crime.

sexta-feira, 6 de maio de 2016

EXCLUSIVO: VEREADOR É PRESO EM FLAGRANTE COM CARRO ROUBADO EM URUARÁ.

Um vereador da cidade de Uruará foi preso em flagrante pelo crime de receptação de carro roubado. Luiz Macedo de 44 anos, DEM foi eleito em 2012 com 340 votos. O flagrante foi realizado pelos investigadores Silvio Alex, Célio Salvador e Alexandre, ainda de acordo com informações da Polícia, o veículo (um Montana) com queixa crime da Bahia. O parlamentar é acusado de receptação de carro roubado.
No final dessa tarde de Sexta Feira dia 06/05 depois de investigações os investigadores da policia Civil de Uruará, se deslocaram para a vicinal do Km 175 onde o Vereador mora, onde depois de periciar o veiculo foi comprovado que se tratava de um veiculo roubado do interior da Bahia. Em depoimento, o vereador alegou que não sabia da procedência do veículo e afirmou que já mais imaginou que seria um veiculo roubado. O Vereador foi liberado depois de pagar a fiança de (R$ 2,000,00 mil), pela penalidade e ira responder na justiça por receptação. O crime de receptação, em breve resumo, pode ser entendido com o ato de receber algo que seja produto de crime. No caso da receptação culposa, definida no § 3º do artigo 180 do Codigo Penal, trata-se da falta de cuidado quanto à origem da coisa, que possivelmente tenha origem criminosa, mas a pessoa preferiu ignorar. Mesmo havendo algum indicio de que a coisa seja produto de crime a pessoa não se preocupa e recebe ou adquire a coisa. 
Art. 180 - Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influir para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte:
Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.

EXCLUSIVO: INVESTIGADORES DE URUARÁ, SILVIO ALEX, CELIO SALVADOR E ALEXANDRE PRENDE VEREADOR URUARAESE COM CARRO ROUBADO, O VEREADOR ESTA SENDO ENCAMINHADO NESSE MOMENTO PARA A DELEGACIA DE POLICIA DE URUARÁ. JÁ JÁ MAIS INFORMAÇÕES.

Ovo podre deixa câmara de Vereadores de Uruará perfumada

Chuva de ovos deixou Vereadores apavorados nessa manhã na câmara de Vereadores de Uruará. Profissionais de Educação de Uruará fazem manifestação nessa manhã de Sexta Feira na Câmara Municipal e jogam ovos podres nos vereadores, diga-se passagem, um desperdício, já que mesmo podres os ovos poderiam ter melhor destino, talvez até o lixo!

quinta-feira, 5 de maio de 2016

DILMA DENUNCIA GOLPE DURANTE EVENTO EM VITÓRIA DO XINGU

O protesto durou cerca de três horas, e causou um enorme congestionamento. As críticas eram às obras compensatórias da hidrelétrica, que seguem lentamente, e apresentam muitos atrasos, enquanto as obras de construção da usina avançariam em ritmo acelerado. Após dispersar os manifestantes, o trânsito foi liberado. A comitiva da presidente não chegou a cruzar com o protesto. Do aeroporto de Altamira, Dilma Roussef, o ministro das minas e energia, Marco Antônio de Almeida, e o chefe especial de gabinete, Jacques Vágner seguiram de helicóptero até a usina.
Em Belo Monte, um forte esquema de segurança foi montado para receber a presidente, que sobrevoou a obra a conheceu as unidades que entraram em operação comercial em abril, com duas turbinas que produzem juntas 649,9 megawatts. Da obra, Dilma seguiu direto para o espaço erguido especialmente para o evento, e foi recebida por trabalhadores e movimentos socais, que gritavam palavras de ordem em defesa do governo, e da permanência da presidente no cargo. “Nós viemos aqui para prestigiar essa obra, que mudou a vida de milhões de trabalhadores”, declarou Hélio Fonseca, que trabalha como armador na obra.
Entre os convidados havia autoridades políticas da região, senadores, alguns deputados apoiadores, e cerca de duas mil pessoas, entre convidados e operários. No discurso de abertura, o presidente da Norte Energia exaltou a obra, e defendeu a geração de emprego e desenvolvimento que o empreendimento trouxe para a região. Já o ministro Marco Antônio Martins destacou os avanços sociais provocados pela obra, entre eles a retirada de milhares de famílias de áreas de palafitas. “Belo Monte é uma obra emblemática pelo impacto social que gerou, mudando a vida dessas pessoas, gerando qualidade de vida”, lembrou o ministro das minas e energia.
A geração simbólica de energia foi iniciada pela presidente Dilma, que ligou as duas turbinas, anunciando a produção oficial na hidrelétrica. Em seu discurso, a presidente defendeu a obra polêmica, e afirmou que Belo Monte deixará um legado para a região. Segundo ela, a usina representa a segurança energética do Brasil, e vai garantir o desenvolvimento econômico do país. “Nós não teremos apagão porque vocês existem, e construíram essa obra”, declarou Dilma.
O processo de impeachment enfrentado pela presidente foi destaque no discurso, Dilma Roussef afirmou estar sofrendo um golpe político, que estaria sendo orquestrado por inimigos do governo, e liderado pelo deputado Eduardo Cunha. “Ele usa o cargo para se vingar, porque nós não cedemos às suas chantagens”, declarou a presidente. A presidente Dilma encerrou seu discurso dizendo que o processo todo para tirá-la do governo seria na verdade uma eleição indireta. “É um golpe porque não há crime para se investigar, e se não há crime, é golpe.”, declarou .
A presidente encerrou seu discurso e se despediu do público sem falar com a imprensa. Ela tirou fotos com os operários, e seguiu de helicóptero para o aeroporto de Altamira. À tarde ela participa da entrega de unidades habitacionais do programa federal Minha Casa Minha Vida no município de Santarém, Oeste paraense. O evento pode ser uma das últimas ações de Dilma Roussef antes da conclusão do processo de impeachment no senado. Com informações,Blog da Karina

RURÓPOLIS: Ministério Público pede anulação de decreto sobre expediente

O promotor de Justiça Bruno Fernandes da Silva Freitas, da promotoria de Rurópolis, expediu nesta quinta-feira (05) recomendação ao prefeito do município para que o mesmo anule imediatamente o decreto nº 031/2016 datado do dia 2 de maio que suspende o expediente em todas as instituições e logradouros públicos e privados da cidade no dia 10 de maio, em função do feriado de emancipação do município.
O promotor tomou conhecimento do decreto ainda nesta quinta, por meio de denúncia e elaborou a recomendação solicitando ao prefeito que contranotifique todos os proprietários de instituições e logradouros privados notificados acerca do expediente comunicando o acatamento da recomendação.
O promotor de Justiça Bruno Fernandes da Silva Freitas deu à prefeitura um prazo de 5 dias para que retorne com informações sobre as medidas adotadas em relação à recomendação, em especial a cópia assinada de todos os estabelecimentos privados que foram notificados.
A promotoria solicita ainda a publicação da recomendação em quadros de avisos da prefeitura, fórum, além da veiculação nas rádios locais durante 2 dias para que, com isso, terceiros possam tomar conhecimento do cumprimento da recomendação no prazo estipulado. O não cumprimento por parte da prefeitura implicará em medidas administrativas e judiciais cabíveis.
Texto: Ana Paula Lins (com informações da PJ de Rurópolis)

MARABÁ: Prefeito e Secretários são afastados por improbidade

Por decisão do Juiz César Leandro Pinto Machado, da 4ª Vara Cível e Empresarial, o prefeito de Marabá, João Salame Neto, ficará afastado do cargo por 180 dias. A decisão do juiz veio depois da ação civil pública ingressada no dia 22 de março pelo Ministério Público do Estado por meio dos promotores de Justiça Júlio Cesar Sousa Costa, Josélia Leontina de Barros Lopes e Mayanna de Souza Silva Queiroz.
Na ação os promotores mostraram que o prefeito e parte de seu secretariado cometeram atos de improbidade administrativa e pediram o bloqueio de bens do prefeito e dos seguintes secretários da prefeitura: Adnancy Rosa de Miranda, Secretário Municipal de Assistência Social; Nagib Mutran Neto, Secretário Municipal de Saúde; Pedro Rodrigues Lima, Secretário Municipal de Finanças; Pedro Ribeiro de Souza, Secretário Municipal de Educação; Noé Carlos Barbosa Von Atzingen, Presidente da Fundação Casa da Cultura de Marabá; além do servidor Gilson Dias Cardoso.
O MP constatou a prática danosa ao patrimônio público material e imaterial praticados pelo grupo na condição de agentes públicos integrantes da estrutura administrativa da prefeitura de Marabá, por meio de atos ilegais e abusivos, provocando danos ao erário municipal.
A denúncia chegou à 11ª promotoria de Justiça de Marabá por meio do Conselho Municipal de Previdência que denunciou a existência de um débito da prefeitura para com o Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos de Marabá (IPASEMAR) no valor de R$14.653,483,16 (quartorze milhões, seiscentos e cinquenta e três mil, quatrocentos e oitenta e três reais e dezesseis centavos). No dia 03 de novembro de 2015 o MP instaurou inquérito para investigar o caso.
A constatação do débito também se originou do envio de oficio, da vereadora Vanda Régia Américo Gomes, informando a situação da pendência da prefeitura e demais órgãos municipais, constatando o atraso nos repasses referentes às contribuições previdenciárias tanto da parte patronal, bem como, da parte do segurado.
Diante de indícios de improbidade foi instaurado o inquérito civil onde foram ouvidos os dirigentes municipais responsáveis pelo recolhimento das contribuições previdenciárias destinadas ao Ipasemar.
O Ministério Público solicitou o imediato bloqueio dos bens dos réus a fim de evitar que os mesmos se negassem ao pagamento das indenizações ao erário, bem como, o afastamento dos referidos de seus respectivos cargos públicos, sem audiência prévia.
A ação do Ministério Público objetiva assegurar a integridade do patrimônio público e da moralidade administrativa, e assegurar o processo, a fim de que os poderes de chefe do Executivo Municipal e dos demais dirigentes, não tenham o condão de influenciar na produção das provas.

PSD REALIZA REUNIÕES EM URUARÁ E ARTICULA NOME PARA DISPUTA A CADEIRA DA PREFEITURA.


URUARÁ AGONIZA PEDINDO SOCORRO.

Uma cidade, 13 vereadores um prefeito e quase cinquenta mil habitantes.
Uruará tem ganhado as manchetes de jornais nos últimos anos, meses e dias, não só pela peculiaridade da situação administrativa, onde muitos servidores municipais estão com salários atrasados, professores e diretores têm perdido seu emprego. Ruas intrafegáveis, porem Uruará esta em situação de calamidade publica, triste, caótica a realidade.
A situação também afeta a economia local, porque o mesmo acontece com o pagamento de salários dessas pessoas contratadas sem concurso públicos, que têm dificuldade de receber os períodos trabalhados sob o comando do gestor municipal Everton Vitoria.
Lamentável a situação que vive o povo Uruaraense, Levou um mega calote em 2012, onde o ex-prefeito deixou de pagar 3 meses de salários, referente mês de Outubro, novembro, Dezembro e 13º salario. Com esperanças de dias melhores com o novo  Gestor eleito, os Uruaraenses se decepcionaram novamente, onde o município nada funciona e só a reclamações do gestor municipal, que não tem dinheiro, que tem que reduzir salários, tem que demitir, tem que atrasar pagamento. Revoltante pois todos sabem que os recursos da educação é destinado para a educação e todos os meses vem. O desgaste na administração do município de Uruará, esta insuportável, diante da situação critica e caótica que atravessa o município. O desgaste do Governo municipal em Uruará, pode ser comparado com o Governo Dilma, onde perdeu o respeito, já virou chacota de péssimo administrador, não tem como continuar governado, onde depois de perder a credibilidade com a população fica difícil de levantar um governo. 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Fim da missão Assaltantes do Basa de Rurópolis rendem morador de uma vicinal e fogem de carro em direção a Altamira

A missão de captura dos quatro assaltantes que restavam que fizeram parte do assalto ao banco
BASA na cidade de Rurópolis no dia 11 de Abril, onde os elementos levaram aproximadamente 240. 000 reais em dinheiro praticamente acabou nesta Segunda feira (03). Informações exclusivas que chegaram para a Redação do Grupo Elias Junior Noticias, dão conta de que três dos elementos que estavam foragidos nas matas conseguiram render um motorista na Rodovia Transamazônica, um colono que mora em um travessão denominado de "Travessão dos Goianos", a 35 km de Rurópolis sentido Placas o morador tinha acabado de chegar em uma borracharia para calibrar pneus em um Gol de cor prata onde foi rendido por três homens que estavam vestidos de roupas do exército sujos e armados com fuzis, depois de renderem o morador os três vagabundos safados rumaram para as bandas de Altamira.
Segundo relatos de fontes depois de terem rendido o condutor do carro a noite o bando ainda teria passado ao lado de uma viatura da policia na BR, por volta de 19:30 da noite por Placas no lado da viatura da Polícia. O Jornalismo investigativo do Grupo Elias Junior Noticias, também descobriu que o motorista que levou eles para Altamira já prestou depoimento na Delegacia em Altamira, onde o mesmo registrou um BO (Boletim de Ocorrências).
Vale ressaltar que segundo o gerente do banco em Rurópolis participaram do assalto 08 elementos e que quatro deles oito dias depois do assalto entraram em confronto com a Policia Militar e foram mortos na troca de tiros. Nossa equipe de reportagem entrou em contato com o Major Alexandre comandante da 17ª CIPM em Rurópolis onde ele nos informou que as tropas da PM já abortaram a missão depois dos últimos acontecimentos, mais a Policia Civil através da DRCO (delegacia de Repreensão ao Crime Organizado) especializada em roubo a bancos continua no caso haja vista que policia já sabe quem são o restante do bando.
Mesmo a policia não tendo exito em capturar o restante do bando, todos os policiais estão de parabéns, pela ação foram praticamente quase 30 dias de muito cansaço, esforço onde policiais já estavam em seus limites. Parabéns a secular Policia Militar e a Gloriosa Policia Civil, todos os policiais envolvidos, oficiais, praças delegados, investigadores e todos que fizeram parte dessa missão. Fonte : Elias Junior Noticias