terça-feira, 30 de abril de 2013

Estrada escorregadia causa acidente em Ambulancia do hospital municipal de Uruará












Um acidente envolvendo uma ambulância do hospital municipal de Uruará caiu em uma ribanceira próxima ao município de  Medicilãndia. Segundo informações o acidente aconteceu nessa madrugada de Terça Feira por volta da 1 hora, aonde a estrada estava muito escorregadia e o motorista perdeu o controle do veiculo, vindo assim cair em uma ribanceira na Transamazônica. Na ambulância estava um paciente que era transportado para o Hospital regional de Altamira que não sofreu nenhum ferimento, causado pelo acidente, o motorista sofreu apenas ferimento leves, ambus foram encaminhadospara o hospital municipal de Medicilândia e passam bem.

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESTÁ SENDO REALIZADA EM URUARÁ

Acontece nesta segunda e terça-feira (29 e 30 de Abril), a Conferência Municipal de Educação de Uruará, que tem como objetivo propor uma política Nacional, Estadual e Municipal de Educação,
indicando responsabilidades, corresponsabilidades, atribuições concorrentes, complementares e colaborativas entre os entes federados e os sistemas de ensino. A Conferência de Educação está sendo realizada no clube SOCRECA. Durante a Cerimônia de abertura do evento, professores, pais, alunos, representantes de entidades, vereadores, população em geral se fizeram presentes. Entre as autoridades, os secretários, Rosângela Pontes (Educação); Luiz Longhi (Administração); Diva Cássia (SELCTUR); Daniella Christofolete (Assistência Social) e Leandro Souza (Chefe de Gabinete) e os vereadores Gilmar Milanski e Joãosinho do Sindicato. Também formaram mesa, Dulce Matos (SINTEPP), Irenildes Sales (SINSPUR), Nilson Santos (CMDCA), Lindomal Ferreira (UFPA) e Lindomar Bonfim (Ensino Médio). A Conferência Municipal de Educação discute sete eixos temáticos, construindo propostas para atender a demanda do município. Está sendo
realizada pela Prefeitura, SEMED e Fórum Municipal de Educação. Os eixos discutidos são: I - O Plano Nacional e Estadual e o Sistema Nacional de Educação: organização e regulação; II - Educação e Diversidade: justiça social, inclusão e direitos humanos; III - Educação, Trabalho e Desenvolvimento Sustentável: cultura, ciência, tecnologia, saúde e meio ambiente; IV - Qualidade da Educação: democratização do acesso, permanência, avaliação, condições de participação e aprendizagem; V - Gestão Democrática, participação popular e controle social; VI – Valorização dos Profissionais da Educação: formação, remuneração, carreira e condições de trabalho e VII – Financiamento da Educação: gestão, transparência e controle social dos recursos. Durante o dia de hoje, aconteceu às palestras e os debates. Amanhã (30), a discussão dos eixos temáticos, elaboração das propostas e eleição dos delegados para a Conferência Regional de Educação. O prefeito Everton Banha não pôde estar na abertura da Conferência de Educação por ter que participar de uma audiência em
Altamira, com uma equipe do Governo Federal, discutindo questões sobre a Cachoeira Seca e outros assuntos referentes ao Município. Cinco vereadores e representantes de entidades acompanham o prefeito em Altamira. Everton Banha publicou em sua página do facebook, uma nota parabenizando a equipe organizadora da Conferência, os servidores da Secretaria de Educação, a equipe do Fórum Municipal de Educação, as entidades presentes, professores, pais, alunos e demais participantes da Conferência. Informou-nos por telefone, que amanhã (30), estará em Uruará, participando da Conferência  Por: Cirineu Santos Fotos: Eliel Santos e Célio Birro GABINETE/ASCOM/PMU 

LIDERANÇAS SE REÚNEM EM ALTAMIRA PARA DISCUTIR A QUESTÃO "CACHOEIRA SECA"

Na tarde desta segunda-feira 29/04 foi se reuniram no auditório da ACIAPA o Presidente da AMUT Everton Moreira, o Deputado Federal Asdrubal Bentes, vereadores e representantes das prefeituras de
Uruará e Placas, juntamente com agricultores e lideranças sindicais da região conhecida como cachoeira seca para discutir a demarcação da área que seria transformada em terra indígena. A convite da organização, também participou do evento, o pesquisador da USP Maurício Torres que apresentou estudos antropológicos da região e fez uma explanação do caso “cachoeira seca” desde os primórdios. Segundo ele esta área seria demarcada ainda na década de 90, mas devido a um erro no laudo antropológico a situação se alongou até os dias de hoje. Na região existem em torno de 1200 famílias de agricultores e ribeirinhos que moram nãos vicinais ao longo da Transamazônica, e se nenhuma ação for tomada todas elas seriam despejadas de suas terras, estas as quais ocupam há mais de três décadas sem nenhuma perspectiva de para onde seriam realocadas, e com a falência do INCRA Instituto de Colonização e Reforma Agrária essa incerteza é ainda maior. Todo esse impasse foi criado ao longo dos anos por imbróglio do governo federal que ainda na década de 70 povoou a região com pessoas trazidas de todas as regiões do país dando-lhes posse dessas terras para que pudessem trabalhar e desenvolver a agricultura familiar. Ao longo dos anos o desentendimento e os desmandos nos órgãos federais, INCRA e FUNAI criaram esta situação que vem se arrastando e tende a deixar sem um teto e principalmente sem ter de onde tirar o sustento milhares de famílias. Em 2011 durante a abertura da “picada” que determina o limite da área destinada aos indígenas houve uma grande manifestação popular no km 185 da BR 230 no Município de Uruará onde estão concentradas em torno de 800 famílias afetadas pela demarcação e naquela época a então Secretaria do Ministério da Justiça Regina Mikki esteve no local e afirmou que aquela demarcação não era definitiva, que era necessária para se levantar quantas famílias de fato havia dentro da área. A grande questão é que com isso tudo se apaziguou e dentro desses dois anos a FUNAI montou todo o processo que homologou área não restando muitas opções aos moradores da área em questão. Segundo o deputado Asdrubal Bentes que representa juridicamente os agricultores e ribeirinhos afetados a ação da FUNAI é inconstitucional uma vez que segundo a constituição é vetado o aumento territorial de reservas indígenas, e uma vez que os índios da etnia Araras já possuem suas terras devidamente homologadas anexar a elas este território estaria violando a constituição, sem contar no direito dos agricultores daquela região concedido pelo próprio governo federal. Mediante a esse fato uma comissão composta por lideranças sindicais que representam os
agricultores e ribeirinhos, juntamente com o Presidente da AMUT, vereadores e prefeitos dos municípios envolvidos, Altamira, Uruará, Placas e Rurópolis solicitará uma audiência com o Ministro da Justiça para discutir o tema que é bastante sensível e tende para uma resolução não pacífica caso seja mantida a decisão de despejar a população que hoje habita aquela área. “O prejuízo social seria incalculável, pois nosso município que concentra a maior população afetada não dispõe de outra área para uma possível realocação de tantas famílias, além do que nosso município perderia cerca de 35% de sua área produtiva que hoje em meio a tantas restrições ambientais já é insuficiente para atender a demanda do município” salientou o Presidente da AMUT e Prefeito de Uruará Everton Moreira. Dona Melania, moradora da vicinal Trans Irirí diz que hoje vive um dilema que já se tornou desesperador, pois seu pai vive as margens do Rio Irirí desde a segunda guerra mundial quando foi recrutado pelo exercito brasileiro para extrair borracha naquela região. “Ali eu nasci e vivo até hoje. Como vem alguém na minha casa e me diz que aquilo não é meu?” Segundo ela, agentes da FUNAI estiveram em sua residência as margens do rio e informaram que os últimos detalhes estavam sendo acertados para dar-se inicio a desocupação da área. “Perguntei a eles para onde seriamos levados e eles me disseram que não havia um local ainda”. A questão da preservação ambiental no Brasil hoje é um assunto que é muito discutido, enquanto ONG'S financiadas pelo governo e instituições internacionais, de países estes que destruíram toda a floresta que possuíam, exercem uma pressão hiperbólica para que se preservem as florestas brasileiras. Tudo bem é uma questão que não pode ser ignorada, mas também deveriam ser levadas em consideração as pessoas que vivem a três ou quatro décadas nessas áreas. O que está sendo feito com os moradores na área da Cachoeira Seca é DESUMANO! Por Kleber Ponce Foto Vereaodor Amauy Oliveira 

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Acidente durante este domingo mata 3 em Novo Progresso.

Segundo informações que chegaram a nossa redação foi que na tarde deste Domingo, 28, um gravíssimo acidente aconteceu no Município de Novo Progresso, onde três pessoas morreram, entres as vitimas dois militares que estavam de folga e uma criança. A cidade esta em choque, pois os mortos eram bastante conhecidos, morreram no acidente dois policiais, o Cabo da Cota e a Sgt. Waldirene do Nascimento da PM de NOVO Progresso e uma criança que segundo informações é filho do gerente da empresa ROCK BACK.
Até momento chegou à seguinte informação que o veiculo UNO era conduzido pela Sgt. Valdirene e estava indo a uma festa na comunidade Bandeirante há 15 km de Novo Progresso e em sentido contrario vinha o veiculo Corola que era pilotado pelo Marcos gerente ROCK BACK vindo em uma curva há se chocarem frontalmente. O que sabemos que a mulher do marcos foi leva as pressas para cidade de SINOP MT com sérios riscos de morte. Estamos apurando todos os fatos e a qualquer momento estaremos atualizando com todas as informações desse grave acidente e quem são os feridos e o estado de saúde de cada um. Fonte: Blog do Junior Ribeiro

Policia Prende policia em Altamira

Mais um investigador de polícia civil foi preso, Tales Silva estava roubando dinheiro de clientes do Banco do Brasil em Brasil Novo, com a ajuda de um racker. Ele chegou a estorquir e ameaçar o gerente do Banco em Brasil Novo alegando estar fazendo um investigação. Por Midiane Chaves REDE TV Altamira, canal 8.

----------------------------------COMUNICADO----------------------------------

A FOX- Live vem informar a todos clientes amigos e população uruaraense em geral sobre a migração do nome FOX para INTERLIG ( www.interlig.net ). A INTERLIG é uma empresa totalmente licenciada pelos órgãos regulamentadores a prover internet via cabo e via radio em todo território nacional, facilitando assim um maior acesso a recursos do setor . O motivo da migração é ampliar recursos a nossas redes somando forças afim de deixa-la altamente forte e respeitada no cenário regional, Prover com qualidade e segurança o acesso a banda larga e atender com maior satisfação os clientes servidos por nos, além de manter o melhor atendimento qualidade e agilidade pelo qual a FOX- LIVE sempre se destacou a INTERLIG já entra aprimorando esses quesitos investindo em equipamentos de ultima geração e profissionais de mais alto calibre que estão sempre prontos à lhe atender. Muito Obrigado a todos e contamos com sua participação nesse grande novo projeto, essa nova grande família :-) . Atenciosamente Equipe Interlig /Fox Live

domingo, 28 de abril de 2013

Von e Schwazenegger firmam protocolo de cooperação

ONG vai auxiliar o município de Santarém a tornar-se um líder em sustentabilidade global até 2025.
Ex-governador da Califórnia e o prefeito de Santarém, Alexandre Von, e o secretário municipal de Meio Ambiente, Podalyro Neto, participaram nesta quinta-feira (25), no Rio de Janeiro, de um encontro com a Organização Não-Governamental norte-americana R20 (Regions of Climate Action / Regiões da Ação Climática), presidida pelo ex-governador da Califórnia, Arnold Schwazenegger. Na ocasião, a R20 e o município de Santarém firmaram um Protocolo de Entendimento objetivando construir, implementar e comunicar o desenvolvimento de projetos econômicos de baixo carbono com o propósito de melhorar a qualidade de vida e o meio ambiente para os cidadãos santarenos. Pelo memorando firmado, as partes se comprometem a construir parcerias buscando a sustentabilidade econômica e ambiental que permita, por exemplo, propor projetos de energia renovável, reaproveitamento de resíduos sólidos, eficiência hídrica, qualidade do ar, redução de gases do efeito estufa e outros importantes indicadores de qualidade de vida.  A R20 vai auxiliar o município de Santarém a tornar-se um líder em sustentabilidade global até 2025. Santarém e Paragominas foram os dois únicos municípios da Amazônia que firmaram o memorando de cooperação com a Organização. Von reiterou a satisfação ao firmar a parceria com a R20 e convidou seu presidente, Arnold Schwazenegger, a visitar Santarém em uma de suas próximas viagens ao Brasil. Redação Notapajos com informações de CCom PMS

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Onda Verde do IBAMA embarga áreas desmatadas ilegalmente no Pará e aplica quaje 78 milhões de reais em multas.

- O IBAMA embargou 15,8 mil hectares de desmatamentos ilegais, desde o início da Operação Onda
Verde, no Pará. Nas quatro frentes de fiscalização no estado, os agentes federais ainda aplicaram R$ 77,6 milhões em multas, apreenderam 18,1 mil metros cúbicos de madeira (cerca de 730 caminhões cheios), quatro caminhões, quatro tratores, oito balsas e cinco empurradores. "Estamos no meio do novo período de medição do desflorestamento na Amazônia, cujo calendário começou em agosto de 2012 e vai terminar em julho de 2013. Estas regiões onde o Ibama atua apresentaram alertas de desmatamento significativos, estão liderando o processo de degradação da floresta no Pará e serão penalizadas", explica o superintendente do IBAMA no Pará, Hugo Américo.Os embargos aplicados pelo Ibama nas frentes da Onda Verde em Anapu, Uruará, Novo Progresso e, mais recentemente, Santana do Araguaia, além de cessarem o avanço dos desmates em cada área fiscalizada, impedem que os posseiros obtenham a regularização fundiária das terras que reivindicam. "Mas também prejudicam os municípios porque a destruição das florestas os leva à lista dos maiores desmatadores do Ministério do Meio Ambiente, trazendo sanções como o corte dos financiamentos oficiais", diz Hugo.No caso de Santana do Araguaia, a primeira frente da Onda Verde no sudeste paraense, o município deixou a lista dos campeões em desmatamento ano passado. Com a medida, passou a ter prioridade em ações de incentivo econômico e fiscal, planos, programas e projetos da União, principalmente os relacionados à consolidação da produção florestal. "Mas se o município não mantiver os avanços, pode retornar à lista. É necessário o envolvimento de todos para garantir os avanços já conquistados", defende o superintendente.
A Onda Verde em Santana conta com apoio de fiscais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema/PA). Em 20 dias de fiscalização, o Ibama já aplicou R$ 3,9 milhões em multas e identificou um plano de manejo florestal fraudulento envolvido em esquemas para esquentar madeira ilegal na região. Além de embargado, o empreendimento florestal teve os 3,1 mil metros cúbicos de créditos de madeira que movimentou irregularmente estornados no Sisflora. No oeste paraense, o Ibama combate principalmente os danos ambientais provocados pela pecuária ilegal, em Novo Progresso, e pela exploração irregular de madeira, em Anapu e Uruará. Nestas regiões, que lideram as apreensões de madeira ilegal, o instituto já realizou doações sumárias de cerca de cinco mil m³ de toras para pequenos produtores rurais de Pacajá, Anapu e Senador José Porfírio; 900 m³ para a prefeitura de Uruará e dois mil m³ para a organização benemérita Cáritas, em Belém. A madeira doada pelo Ibama deverá ser aplicada em ações sociais, conforme os projetos apresentados pelas entidades ao instituto. As equipes de fiscalização da Onda Verde, que contam com apoio de helicópteros, homens do Batalhão de Polícia Ambiental e Força Nacional, prosseguem sem interrupção no Pará até o final de 2013. Novas frentes poderão ser montadas em outros municípios, de acordo com os resultados dos alertas de desmatamento do sistema Deter, programa do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) em parceria com o Ibama que monitora por satélite a Amazônia Legal. Nelson Feitosa Ascom Ibama/PA 

INCÊNDIO DESTROI MAIS UMA CASA EM URUARÁ




Aconteceu nessa noite de quinta feira por volta das 22 horas um incêndio, que dentro de minutos destruiu uma pequena casa situada na Rua Nova sob esquina com a avenida central. As chamas se alastraram e por pouco também não consumiram outras casa vizinhas, graça a agilidade do carro pipa da cidade que sempre fica cheio de água ordens do secretario de viação e obras que determinou que o carro pipa deverá sempre conter água para uma emergência. As causas do incêndio são desconhecidas, mas ninguém ficou ferido.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

quarta-feira, 24 de abril de 2013

QUADRILHA DE ASSALTANTES DE MOTOS É PRESA EM URUARÁ


A Policia Civil de Uruará desarticula nessa tarde de quarta Feira uma quadrilha especializada em roubos de motos. A Quadrilha era composta por Cinco pessoas, 02 menores, e era liderada pelo endivido Edilson da Cunha Gonçalves, conhecido por (Tom) que era o que negociava as motos roubadas. Segundo a polícia, uma denúncia anônima foi à responsável pela prisão da quadrilha que vinha agindo á algum tempo na cidade de Uruiará e possivelmente na região. A operação denominada TOM teve inicio nessa quarta feira.
Os outros três integrantes da quadrilha foram autuados em flagrante por furto qualificado, receptação e formação de quadrilha, indiciados nos artigos 288, 180 e 155 do código penal brasileiro, cujas penas somadas podem chegar a 15 anos de reclusão e multa. A quadrilha está recolhida na carceragem da delegacia de polícia de Uruará a disposição da justiça.
tarde de hoje dia 24/04, aonde a policia desarticulou a quadrilha e recuperou Seis motos roubadas 03 XTZ Yamaha e 03 Motos POP. O Tom, apontado com líder da quadrilha, Segundo a policia é um elemento perigoso que já vinha á algum tempo furtando moto na cidade e já havia sido pego furtando bebida alcoólica de um supermercado da cidade. Quatro vitimas da quadrilha já apareceram na delegacia para reaver suas motos, uma das vitimas relatou que havia comprado umas das motos recuperadas pela policia, á alguns dias atrás, segundo a vitima TOM vendeu a moto para a vitima pagar parcelado, no negocio entrou uma geladeira e um pouco de dinheiro, e a nota fiscal da moto, TOM só entregaria a vitima quando a mesma quitasse o debito. A prisão da quadrilha foi realizada pelo investigador Silvio Alex, escrivão Marcelo Eduardo, sob o comando do delegado Godofredo Martins Borges. Os dois menores foi lavrado um Auto de Investigação por furto qualificado e os mesmos serão apresentados ao juiz da comarca de Uruará, Vinícius de Amorim Pedrassoli, que decidirá sobre o futuro dos mesmos.

PREFEITO BANHA DISCUTE DESCENTRALIZAÇÃO DA SEMMA

O Prefeito de Uruará, Everton Banha, reuniu nesta segunda-feira, 24, em Belém, com o secretário Estadual de Meio Ambiente, José Alberto da Silva Colares, para tratar de assunto referente à descentralização da gestão ambiental. Hoje todas as ações referentes à área ambiental estão centralizadas
no Estado, porém ficou definida na reunião, que neste primeiro semestre, será descentralizada a gestão ambiental do Estado para o Município, onde a Secretaria Municipal de Meio Ambiente -SEMMA, passará a ter autonomia para licenciar todas as operações ambientais tanto atividades empresariais como rurais. Com isso, o Município passará a otimizar o uso dos recursos públicos; aumentar a eficácia do Controle Ambiental; simplificar e agilizar o processo de Licenciamento Ambiental; internalizar os custos ambientais e consolidar e favorecer a cooperação técnica entre os órgãos Municipais e Estaduais de Meio Ambiente, e, os empreendedores não precisarão mais se deslocarem até a Secretaria de Estado para resolver assuntos relativos a atividades ambientais de pequeno porte. Os objetivos da descentralização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Estado é dar condições ao município ser mais ativo e assumir o planejamento e gestão da política ambiental, bem como controlar, monitorar, licenciar e fiscalizar as ações realizadas no âmbito municipal, assegurando o desenvolvimento ambiental sustentável e socioeconômico. O Secretário Estadual de Meio Ambiente, José Colares, parabenizou o prefeito Banha, pela iniciativa de descentralizar a gestão ambiental e disse que A SEMMA em Uruará está com toda estrutura adequada para atender a demanda e apta para executar sua política ambiental e assim receber a habilitação da gestão plena. O prefeito Everton Banha, enfatizou que a descentralização da gestão ambiental é mais um compromisso do governo ”Uruará Pode Mais”, para facilitar e legalizar a situação dos produtores e empresários do Município, tendo como resultado positivo a redução da fiscalização e, possíveis multas efetuadas por órgãos Estadual ou Federal quando em visita ao Munícipio.  POR: Cirineu Santos GABINETE/ASCOM/PMU 

TRÊS ÔNIBUS ESCOLARES SÃO ENTREGUES AO MUNICÍPIO

Um com capacidade para 60 pessoas chegou sexta-feira, dia 12 de abril.
O Governo “Uruará Pode Mais” entregou a população mais três ônibus escolares para atender a demanda do Município. Segundo o prefeito Everton Vitoria Moreira, o Banha, Uruará aderiu ao Programa Caminho da Escola, apresentando as demandas e a realidade do Município. “Nossa equipe apresentou o
projeto no início do ano, e fomos contemplados com estes veículos dos modelos Ônibus Urbano Escolar Acessível (ONUREA), Ônibus Rural Escolar (ORE 1) e Ônibus Rural Escolar com tração nas quatro rodas (ORE 4X4)”, explicou. Dos três ônibus escolares, um, tem capacidade para 28 pessoas; outro pra 44; e outro para 60 pessoas. O Prefeito Banha informou também que já está definida a vinda de outro ônibus escolar ao Município ainda neste primeiro semestre de 2013.
TODA ESCOLA PÚBLICA PODE TER TRANSPORTE ESCOLAR
O prefeito Banha explicou que com o programa Caminho da Escola, o Ministério da Educação garante aos estados e municípios os recursos necessários para implantar soluções de transporte escolar para alunos da educação básica, nas zonas rurais e urbanas do país. Os recursos para a aquisição de ônibus e micro-ônibus podem ser repassados, diretamente ou por financiamento do BNDES, aos estados e municípios que aderirem formalmente ao programa, que é parte integrante do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Com isso, estados e municípios assumem a tarefa de aplicar corretamente os recursos federais e de cumprir as metas estabelecidas para a educação pública brasileira. “Nós aderimos ao Programa, e estamos buscando recursos para garantir o acesso e a qualidade de ensino a todos”. Concluiu. Por: Cirineu Santos  Fotos: Eliel Santos e Cirineu Santos  GABINETE/ASCOM/PMU

Investigador da PC é preso em Altamira por má conduta

Má conduta do policial já era investigada pela Corregedoria da PC 
Um investigador da Polícia Civil de Altamira foi preso, nesta terça-feira (23), por má conduta. Segundo informações da assessoria de comunicação da Polícia Civil, já existia um processo administrativo instaurado contra ele desde o ano passado. 'As condutas irregulares cometidas pelo investigador Edilson Barros de Melo vinham acontecendo constantemente, inclusive em curto espaço de tempo. Por isso pedi a prisão preventiva dele, como uma forma de manter a ordem no município', disse o delegado Cristino Sanches Brito Junior. Ainda de acordo com a assessoria de comunicação da PC, uma das queixas contra o investigador era que ele costumava praticar ameaças e dirigir sob efeito de bebida alcoólica. A prisão foi decretada ontem (23) pelo juiz Alexandre Rizzi, da Comarca de Brasil Novo. O investigador segue sob custódia na delegacia de Altamira e nesta quarta-feira (24) será encaminhado para o Centro de Recuperação Especial coronel Anastácio das Neves, em Santa Izabel, onde ficará à disposição da Justiça. Heloá Canali (Portal ORM)

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Preso homem que anunciou assassinato em rede social

A Polícia Civil prendeu no início da tarde deste domingo (21), o homem que anunciou um assassinato em Santarém, por meio de uma rede social. A mensagem do suspeito repercutiu nas redes sociais. A publicação do usuário Fábio Martins informava que no dia 26 de abril as pessoas que estivessem na Praça de Alimentação do Shopping seriam mortas. A administração do Shopping informou que soube das ameaças na sexta-feira (20) e que imediatamente comunicou a polícia e reforçou a segurança do lugar.As investigações estavam acontecendo sob sigilo pelo Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) da PC. A prisão do suspeito, foi confirmada pelo delegado Silvio Birro. O delegado disse ainda que um computador pessoal foi encontrado e também apreendido. O suspeito deverá responder por ameaça.Uma coletiva será realizada na segunda-feira (22), na Seccional de Polícia Civil

Prefeito inaugura Unidade de Saúde na sede municipal

O prefeito Leonir Hermes em apenas 109 dias de governo tem mostrado que é possível fazer uma boa
administração, mesmo em condições adversas. No dia 19 de abril 2013 inaugurou a primeira unidade de saúde na sede municipal. Denominada de Unidade de Saúde Família Boa Esperança, o posto deve atender boa parte dos usuários dos serviços de saúde da cidade de Placas. A unidade de saúde dispõe de médico, enfermeira, técnico de enfermagem, médico odontológico e outros serviços. Na cerimônia de inauguração dezenas de pessoas participaram do ato, uma vez que esta é uma conquista dos munícipes. Na mesa de autoridades estava o prefeito Leonir Hermes juntamente com a secretária de saúde Elzeni Pires, Enfermeira Minelvina, Dr. Yuri, os vereadores (as) Mayara (presidenta da câmara), Paulo Sousa, Francisco José, Santa Sirley e João Martins, os secretários Altair (administração), Claudomiro Faleiro (esporte), Cladenir de Andrade (infraestrutura) e Neilson
(agricultura). A inauguração do Posto de Saúde gerou uma boa expectativa e garante melhor qualidade no atendimento dos serviços de saúde uma vez que vários casos que seriam levados para o hospital municipal podem ser atendidos no posto. A secretária de saúde Elzeni parabenizou o prefeito e agradeceu todos que direto ou indireto contribuíram para a conquista da implantação da Unidade de Saúde. Os vereadores ali presentes também fizeram menção do empenho do gestor municipal em conseguir em tão pouco tempo inaugurar um posto de saúde na sede municipal e isto garante qualidade de vida aos usuários. O prefeito Leonir Hermes por sua vez disse que saúde é prioridade em tudo. “Um povo saudável é um povo feliz”, disse o prefeito. Ele ainda acrescentou que pretende ampliar o sistema de atendimento na saúde construindo Postos nas vilas pólos do município encurtando assim a distancia dos usuários aos serviços de saúde. Após ser descerrada a fita inaugural da Unidade de Saúde, as pessoas presentes foram convidadas a conhecer as instalações internas e participar de um delicioso coquetel. Na mesma manhã os atendimentos aos pacientes foram iniciados pelos profissionais da saúde. Por Edson Azevedo.

Polícia Civil desarticula novo esquema de exploração sexual no sudeste paraense

Um novo esquema de exploração sexual foi desarticulado pela Polícia Civil do Pará. Desta vez, o crime ocorria no município de Tucumã, sudeste do Pará, onde uma casa de prostituição foi fechada e quatro mulheres foram resgatadas na manhã do sábado, 20. O dono da boate, Cleber Maracaiper Bezerra, 25 anos, conhecido como “fofo”, foi preso em flagrante e está à disposição judicial. Ele foi autuado pelos crimes de rufianismo (obter lucros financeiros por meio da prostituição) e por manter casa de prostituição. Somadas, as penas pelos cdois rimes podem chegar a nove anos de reclusão. A operação foi comandada pelo delegado José Carlos dos Santos, que chegou ao local após receber o telefonema da mãe de uma das mulheres que estavam sendo exploradas. “Recebemos a denúncia de que uma mulher que teria vindo a Tucumã para se prostituir estava sendo impedida de deixar a boate onde trabalhava. Imediatamente após recebermos o telefonema fomos até o local e constatamos a veracidade da informação”, revela o delegado. Cleber Maracaiper e as três mulheres encontradas na boate foram conduzidos para a delegacia local e lá ouvidos pela autoridade policial. Após a prisão de Cleber, uma quarta vítima se apresentou. Segundo o delegado José Carlos Rodrigues, a boate – chamada "Nesfetite" - funcionava há poucos meses na cidade. Maracaiper tinha obtido junto à prefeitura licença para o funcionamento do local como bar, mas na verdade o espaço funcionava como um ponto de prostituição.
Ao delegado, as vítimas revelaram que Cleber ficava com todo o dinheiro do programa sexual, alegando que a quantia seria usada para quitar a dívida adquirida pelas mulheres, que recebiam roupas e acessórios para atrair os clientes. Sem dinheiro, as mulheres acabavam impedidas de deixar o local.  Em depoimento, Cleber Maracaiper admitiu o funcionamento do local como ponto de prostituição e que cobrava das mulheres que lá trabalhavam pelas roupas, sapatos, acessórios e tratamentos estéticos a que foram submetidas em função da atividade. Ele alega, no entanto, não saber que a prática era criminosa. Enquanto aguarda a decisão judicial, permanece recolhido na delegacia de Tucumã. Com informações PC-Pa