quarta-feira, 31 de julho de 2013

Pirâmides: líderes de redes suspeitas serão investigados por força-tarefa

 Ao todo, 31 empresas estão sob investigação e podem ser bloqueadas, afirma promotor
Além dos donos das empresas que mascaram pirâmides financeiras, as pessoas responsáveis por angariar
investidores para essas fraudes, e que lucram expressivamente com elas, também deverão ser punidas, diz o presidente da Associação do Ministério Público do Consumidor (MPCon), Murilo Moraes e Miranda.
"Nós estamos investigando todos, inclusive a possibilidade de haver ações civis e criminais contra esses principais líderes regionais", diz o promotor, em entrevista ao iG.
'Interface' entre as empresas Hoje, em todo o País, 31 empresas são alvos de investigação por suspeita de serem pirâmides financeiras. No início do mês, eram 18 .
As apurações têm mostrado que, embora possa não haver relação entre os donos delas, muitas vezes os responsáveis por arregimentar vítimas para esses negócios são os mesmos, segundo Miranda. Ou seja, os líderes é que seriam responsáveis por fazer a interface entre um esquema fraudulento e outro, permitindo assim a perenidade desse tipo de crime mesmo com o fim das empresas. A conduta de pessoas que participaram de negócios já extintos também poderão ser alvos de análise, de acordo com o promotor. O Departamento de Combate ao Crime Organizado (Decco) do Acre já vinha investigando ao menos cinco integrantes da rede Telexfree – suspensa por determinação judicial – responsáveis por conquistar grandes contingentes de associados para o negócio. O inquérito, porém, foi barrado por um habeas corpus conseguido pela empresa .
Novos bloqueios em vista
Miranda é um dos integrantes da força tarefa nacional constituída neste ano para combater o que, no governo, é considerado uma "febre de pirâmides", ancorada na popularização do acesso à internet .
O grupo, constituído de promotores, procuradores da República, policiais federais e membros dos ministérios da Justiça e da Fazenda, reuniu-se nesta terça-feira (30) em Brasília. "Fizemos uma separação de tarefas entre os MPs para que ninguém repita o trabalho de outro. Definimos uma estratégia de como conseguir mais dados e informações [sobre os negócios suspeitos]", afirma o promotor.
As investigações da força-tarefa já levaram ao congelamento das contas de Telexfree , que diz atuar no ramo de telefonia VoIP, e da BBom, de rastreadores . Ambas também foram impedidas de reunir mais membros para as redes. Os pedidos foram feitos, respectivamente, pelo MInistério Público do Acre e pela procuradoria da República em Goiás.
Segundo Miranda, todas as demais 29 empresas sob investigação são passíveis de serem alvos de congelamentos semelhantes. "Todas essas empresas podem ter uma ação judicial [ contra elas ]. Isso depende do andamento do procedimento [ de investigação ] e também do judiciário [ que pode determinar ou não os bloqueios ]." Os representantes de Telexfree e BBom negam irregularidades.

terça-feira, 30 de julho de 2013

VEM AI DIA 12 A 15 NA FEIRA AGROPECUARIA DE URUARÁ

DEFINIDO PELA COMISSÃO ORGANIZADORA DA EXPOSIÇÃO FEIRA AGROPECUÁRIA DE URUARÁ OS SEGUINTES SHOWS: 12/09 (Quinta-Feira) - Gian e Giovani 13/09 (Sexta-Feira) - Cavalgada pela manhã e a noite Banda 007
14/09 (Sábado) - João Marcio e Fabiano (são os que can
tam a música que irão dormir na casa das primas) 15/09 (Domingo) - Amado Edilson (é o que canta a música da mulher da blusa amarela e a saia de outra cor). Contamos com a presença de todos na Feira Agropecuária mais bonita da região e desde já desejamos uma ótima festa à todos os participantes.

FESTIVAL DO IRIRI ABORDA TEMA: “POVOS QUE GRITAM POR INCLUSÃO”

Realizado neste final de semana, (26, 27 e 28 de julho), o 6º Festival do Iriri 2013, organizada pela Associação dos Extrativistas do Rio Iriri – Maribel (AERIM) e com apoio da Prefeitura de Uruará. A festa já é tradição na região e trata a expressão cultural dos povos do Rio Iriri. O tema este ano foi: ‘Povos que Gritam por Inclusão’. E um dos objetivos do evento é reivindicar o direito a identidade de População Tradicional para os povos do Iriri, Ribeirinhos e Índios, pela gênese de sua história e suas etnias. Durante o evento, o governo Uruará Pode Mais, realizou uma série de atividades e atendimentos, tanto na área de saúde, na área social, esportivas, culturais, bem como: palestras sobre o meio ambiente e recuperação dos pontos críticos da vicinal, que atinge cerca de 100 quilômetros de distância da cidade de Uruará. Entre as atividades realizadas estão: torneio de futebol, torneio de pesca, natação, competição de canoagem, culto religioso, escolha da garota Iriri, apresentação da Cabocla, teatro dos Seringueiros, dança do carimbó, teatro A Revolta da Natureza e a dança indígena, tribo Arara e Xipaia. O 6º Festival do Irirí 2013 foi realizado na beira do rio, na comunidade Maribel e contou com a presença da população ribeirinha, agrícolas das vicinais de acesso, comunidade da reserva extrativista – Riozinho do Anfrisio, comunidade indígena – Tribo Arara Cachoeira Seca e, outras tribos, comunidades da reserva extrativista do Rio Novo e Iriri, Projeto Brucutu, secretários municipais do Governo Uruará Pode Mais, o chefe de gabinete da prefeitura de Uruará, vereadores e a vice-prefeita de Uruará Maris Nicolodi. Por: Cirineu Santos
Fotos:Célio Birro ASCOM/PMU

segunda-feira, 29 de julho de 2013

URUARÁ VAI RECEBER MÉDICOS DO PROGRAMA FEDERAL MAIS MÉDICOS


O Município de Uruará esta incluso no Programa Mais Médico do governo federal, diante da preocupação do Prefeito Eventon Moreira que não esta medindo esforços para agraciar os Uruaráenses com mais Saúde, educação e segurança. Entre os municípios inscritos, 92% já acessaram recursos federais para melhorar a infraestrutura das suas unidades básicas de saúde e 90% participam de ações do Ministério da Saúde para melhorar a qualidade do atendimento prestado.
A região Norte teve a maior participação de seus municípios (73%), seguida de Sul (68%), Nordeste (66%), Centro-Oeste (60%) e Sudeste (55%). Entre os estados, destacam-se o Amazonas (97%), Amapá (94%), Acre (86%), Rondônia (85%), Ceará (82%), Roraima (80%), Bahia (76%), Piauí (74%), Pará (73%), Paraná (72%) e Espírito Santo (71%).
Todos os profissionais serão avaliados e supervisionados por universidades federais. Nesta primeira etapa, 41 instituições, de todas as regiões do País, se inscreveram no Mais Médicos.

"Na Prefeitura foram vasculhados o setor de licitação, gabinete da Prefeita e arrombaram o cofre".
O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (29). Segundo informações, bandidos encapuzados arrombaram a prefeitura da cidade de Belterra, no Oeste do Pará, e a casa da prefeita Dilma Serrão.Na Prefeitura foram vasculhados o setor de licitação, gabinete da Prefeita e arrombaram o cofre. Já na residência da gestora municipal amarraram o vigia e vasculharam a casa.
Até o momento não se sabe se levaram alguma coisa. A Polícia foi acionada e pela manhã desta segunda-feira (29) a perícia será feita. Até o momento não há suspeitos e nem pista dos arrombadores e não se sabe se o crime tem conotação política. Informações que chegaram à reportagem, a filha da prefeita Dilma Serrão disse que a residência onde moram não chegou a ser invadida pelos bandidos,pois o vigia deu o alarme e eles fugiram.

sábado, 27 de julho de 2013


URUARÁ - OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA DEVE INCIAR NESTE SEGUNDO SEMESTRE DE 2013

PREFEITO DE URUARÁ, EVERTON BANHA, COBRA CELERIDADE NAS OBRAS DE ASFALTAMENTO PARA O MUNICÍPIO
Em reunião, com o secretário de Obras Públicas do Pará, Joaquim Passarinho, o prefeito de Uruará, Everton Banha, cobrou celeridade para o início das obras e discutiu sobre as ruas que receberão a pavimentação asfáltica.
O secretário Joaquim Passarinho garantiu ao prefeito, iniciar as obras de pavimentação asfáltica agora neste segundo semestre de 2013. “Cobrei do Secretário, Joaquim Passarinho, celeridade nas obras de pavimentação, e, ele nos garantiu iniciar neste segundo semestre. A população de Uruará precisa urgente deste asfalto, por isso, estive em Belém, cobrando do Governo do Estado. Chega de poeira! Garanto ao povo uruaraense melhorias nas obras de infraestrutura, cumprindo assim nossos compromissos de campanha”, disse.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

TRANSAMAZÔNICA - DESBRAVADORES DA AMAZÔNIA

DESBRAVADORES DA AMAZÔNIA – PIONEIROS DA TRANSAMAZÔNICA REALIZAM AUDIÊNCIA E BUSCAM INDENIZAÇÃO E APOSENTADORIA DE UM SALÁRIO PRÊMIO MENSAL
Realizada nesta quinta-feira (25), dia Nacional do Produtor Rural, a Audiência Pública dos Pioneiros da Transamazônica. O evento aconteceu no Ginásio Poliesportivo Eduardo Nicolini e contou com a presença dos pioneiros da década de 70, que envolve pelo menos 14 (quatorze) municípios localizados na Rodovia Transamazônica.
Antes da abertura oficial da Audiência Pública, pioneiros já relatavam sua história e as dificuldades enfrentadas no início da colonização. Também foram expostos quadros, banner com fotos da época e um mural com cartas escritas por eles. Também foi exposto um tapiri, em memória do abrigo (casa), na época e, durante a audiência foi demonstrado o processo de pilagem do arroz, café e milho (em um pilão rústico).
Presidentes e representantes de sindicatos de produtores e trabalhadores rurais, bem como vereadores,
secretários municipais, a vice-prefeita Maris Nicolodi e o deputado Federal Wandenkolk Gonçalves falaram da luta e o reconhecido do trabalho realizado por estes pioneiros desde a década de 70 e da busca de uma indenização de um salário prêmio mensal para os que chegaram e permaneceram na região no período de 1972 à 1978, como também aos que nasceram na região no início da ocupação até o ano de 1984.
Além dos pioneiros, se fizeram presentes, Maris Nicolodi, (prefeita em exercício de Uruará); Cirilo Nicolodi, Nelson Nardini e Carlindo Silva (Comissão Organizadora dos Desbravadores da Amazônia); Wandenkolk Gonçalves (Deputado Federal); José Aparecido (FETAGRI);
Gilmar Milanski e Amaury Buxudo (vereadores Uruará); Denilson Amorim (vereador de Placas); Edson Ferreira (Presidente do Sindicato dos Produtores Uruará); Ivan, Jeová e Chico Aguiar (Sindicato dos Produtores de Medicilândia); Zequinha (Associação dos Canavieiros de Medicilândia); Celson Alves “Ninico” (Sindicato dos Agricultores de Placas); Francisco Canidé (Sindicato do Produtores de Brasil Novo) e, Amilton e Celito (Sindicato dos Produtores e Trabalhadores de Rurópolis).
Os pioneiros, desbravadores da Transamazônica, foram trazidos pelo INCRA, através do Decreto Federal - Lei nº. 1106, de 16 de Julho de 1970, sancionado pelo presidente Garrastazu Médici, sob os lemas “INTEGRAR PARA NÃO ENTREGAR A AMAZÔNIA” e “UMA TERRA SEM HOMENS PARA HOMENS SEM TERRA”.
Durante a audiência foi debatido, como foi o processo de ocupação da região pelas famílias trazidas no período de 1970 à 1974, com o objetivo de ocupar, produzir e defender a Amazônia, até então uma parte do País sem habitantes. Porém, a proposta de convencimento para as famílias se deslocarem de suas origens não foi cumprida pelo Governo Federal, ocasionando o retorno de muitas famílias e as que aqui permaneceram, e hoje consideradas pioneiras e mentoras da Audiência, sofrendo todo tipo possível de dificuldades com semelhanças ao trabalho escravo, uma vez que se consideram enganadas pela propaganda da terra prometida e seus benefícios.
Esse trabalho de reconhecimento, já vem sendo discutido na região e muitas entidades e sindicatos de trabalhadores e produtores rurais já aderiram à causa, como a FAEPA - Federação da Agricultura e Pecuária do Pará, que já emitiu a Portaria nº. 009, de 14 de Maio de 2012, criando um Grupo de Trabalho para estudar e elaborar a proposta de benefícios aos produtores e trabalhadores rurais da Rodovia Transamazônica, ou seja, os Pioneiros.Por: Cirineu Santos
Fotos: Eliel Santos e Célio Birro

quinta-feira, 25 de julho de 2013

PREFEITO DE URUARA, EVERTON VAI ATÉ BELÉM ATRAZ DE MAIS SEGURANÇA PARA OS URUARAENSES.


O prefeito municipal de Uruará Eventon Moreira esteve em audiência com o secretário do Estado de
Prefeito Eventon e Secretário Luiz Fernades
Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, tratando das demandas urgentes para Uruará: aumento do efetivo das policias Civis e Policiais Militares, viaturas e motos novas, equipamentos de segurança, armamento e munição aos policiais, no sentido de garantir a segurança do Município. O comandante da Policia Militar de Uruará Capitão Marcio Abud vem dando bons resultado na segurança publica em Uruará, segundo o capitão diante do esforço do Prefeito de Uruará em trazer mais viaturas e aumentando o efetivo, quem ganha é a população Uruaraense, pois em sua gestão em Uruará é bandido na Cadeia ou na pedra.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Telexfree tem novo recurso negado noTJ-AC e permanece suspensa

Agravo regimental foi negado por ausência de preparo.
Advogados da empresa não quiseram comentar decisão.
 O Pleno do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) indeferiu, por unanimidade, na manhã desta quarta-feira (24) um novo recurso impetrado pelos advogados da empresa Telexfree. Os advogados não quiseram comentar a decisão. O agravo regimental n.º 0002028/83.2013 foi negado por ausência de preparo, devido a falta do pagamento de uma taxa de R$ 40. Outros recursos serão apreciados, porém sem data marcada para os julgamentos.
Entenda o Caso
A atuação da empresa em todo o país foi suspensa por decisão da justiça acreana no dia 18 de junho, pela juíza Thais Borges. A Telexfree é suspeita de atuar em um esquema de pirâmide financeira, ilegal no Brasil. O desembargador Samuel Evangelista manteve a decisão ao indeferir o pedido de revisão de sentença, apresentado pelos advogados da empresa. G1

URUARÁ - MUNICÍPIO RECEBE VISITA DE TÉCNICOS DA FUNASA

Estiveram no Município de Uruará, os técnicos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), para verificar o convênio do Sistema de Abastecimento de Água e Esgoto e a construção dos banheiros no bairro da Mini-Indústria. Os técnicos Edgar Souza Filho e Raimundo Nonato Verício da FUNASA foram recebidos pela vice-prefeita Maris Nicolodi, o chefe de Gabinete Leandro Oliveira, o presidente do IDMU Paulo Medeiros e o secretário de Administração Luiz Longhi, que visitaram e vistoriaram as obras.
Segundo nos informou a vice-prefeita Maris, menos de 30% das obras foram efetivadas. A partir deste ano, o governo Uruará Pode Mais dará
o reinício das construções, visto que considera de grande importância a conclusão deste empreendimento que beneficiará os moradores com os serviços básicos de atendimento à saúde e a melhoria de qualidade de vida da população. Por: Cirineu Santos  Fotos: Eliel Santos ASCOM/PMU

terça-feira, 23 de julho de 2013

Jovens de Uruará já estam no Rio de Janeiro no JMJ

Uruaraenses embarcam para Jornada Mundial da Juventude.
Aproximadamente 10 jovens da Diocese de Uruará, oeste paraense, embarcaram  para o Rio de Janeiro para participar da Jornada Mundial da Juventude.
A jornada será realizada de terça-feira (23) até domingo (28) na capital carioca, sendo um encontro do Papa Francisco com os jovens católicos. Várias caravanas foram montadas no mundo inteiro para ir ao evento.

ASSASSINO DE EX-CANDIDATO A PREFEITO DE URUARÁ, JOÃO BALINHA, JÁ FOI IDENTIFICADO PELA POLÍCIA

A polícia civil já identificou o assassino do pioneiro e religioso João da Costa Carvalho, o João Balinha, 67 anos. De acordo com o delegado Godofredo Borges que coordena as investigações feitas pelos investigadores Tadeu e Eládio, informou que após ouvir três testemunhas ainda na noite desta segunda-feira, identificou o assassino, trata-se de Francelino Caetano Oliveira, 29 anos, morador do travessão 195 sul, que está foragido. De acordo com depoimentos colhidos ontem pelo delegado, João Balinha saiu na companhia do assassino as 6 horas da manhã para o milharal da sua propriedade rural no 165 sul e não voltou mais com vida. Francelino o golpeou na cabeça com um machado por volta das 7 horas da manhã. Às 7 h e 30 minutos o assassino retornou com o machado e guardou dizendo os textuais “Agora ele foi para o inferno”, em seguida ameaçou a adolescente de 13 anos, sua sobrinha, que se vingaria nos pais dela caso ela contasse alguma coisa, a adolescente não entendeu nada naquele momento e horas mais tarde.
O corpo de João Balinha foi encontrado pela adolescente de 13 anos filha de um trabalhador rural que mora na propriedade que irmão do assassino, ao pegar o machado para cortar lenha a adolescente viu sangue na ferramenta então ela correu para o milharal ao perceber que João Balinha não havia retornado para almoçar e foi quando encontrou o corpo dele. Francelino já é considerado foragido e a polícia faz buscas a fim de prendê-lo, denúncias anônimas sobre o paradeiro do mesmo podem ser feitas na delegacia ou pelo telefone 35321976. O corpo de João da Costa Carvalho, o João Balinha, 08/08/1945 a 22/07/2013, foi enterrado por volta das 10 horas e 30 minutos desta terça-feira, 23 de julho, no cemitério municipal de Uruará.
Por: Joabe Reis

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Candidato a Prefeito no pleito eleitoral de 2012 em Uruará João Balinha é Assassinado no Km 165.

Um Crime com requinte de Crueldade, barbarisou e chocou a população Uruaraense aconteceu nessa tarde se Segunda Feira.
Por se tratar de uma pessoa, humilde de um coração grande que nunca feria ninguem, mas sempre tinha uma palavra amiga, com uma grande conhecimento Biblico. Homem de passos longos e carisma unico, João Balinha como erá conhecido em Uruará erá uns dos Pioneiro do Municipio, foi o o mesmo que montou a 1ª farmacia em Uruará, ajudando muinta gente que não tinha condições finaceira para comprar remedio, João Balinha fasia doações, salvando assim muitas vidas nã epoca que a cidade de Uruará iniciou. O crime ocorreu na zona rural Km 165 de Uruará na tarde desta segunda-feira, 22. João da Costa Carvalho, o João Balinha, 67 anos, e foi assassinado a golpes de machado na sua propriedade rural. O corpo de João foi encontrado já sem vida por um vizinho, que comunicou a policia. O crime deixou a população uruaraense revoltada com o tamanho da crueldade que João foi assassinado. João Balinha era natural de Barra do Corda, Maranhão.O corpo de João será velado na Igreja Adventista do 7º dia Central -Uruará
A polícia investiga o assassinato e a motivação do crime ainda é desconhecida.

Uruará: Motorista embriagado atropela e mata trabalhador rural que conduzia sua moto na Transamazônica

Policiais que fizeram a prisão do motorista em frente a carreta que ele conduzia no momento do acidente
O motorista fugiu sem prestar socorro, mas acabou preso pouco tempo depois pela polícia militar que recebeu uma denúncia anônima informando que ele estaria num posto de gasolina da entrada leste da cidade de Uruará. A polícia militar que está há 15 dias sem viaturas após as viaturas enviadas para o município uma já com 29 mil km rodados e a outra com 33 mil km rodados, não funcionarem mais, a PM tem apenas a sua disposição três motos sucateadas, mesmo com essa
dificuldade a polícia mantém as suas atividades rotineiras. Gilsomar foi conduzido para a delegacia onde foi apresentado pelos policiais militares cabo Manoel, soldados Caxiado e Marcos Novais, ao delegado Godofredo Borges que o autuou em flagrante pelo crime de homicídio culposo, crime afiançável. O corpo de Benedito foi removido do local do acidente após a chegada dos investigadores de polícia civil Eládio e Tadeu. Foi levado para o necrotério municipal.
Gilsomar permanece recolhido na carceragem da delegacia de polícia de Uruará a disposição da justiça. Com Informações e Fotos Joab Reis O Regional

sábado, 20 de julho de 2013

Caso Leiticia completa 5 anos de Impunidade

 O Crime Barbaro aconteceu no dia 27 de Junho de 2008
Completados exatamente 5 anos do brutal assassinato da menor Letícia Menescal, a onde o corpo da
adolescente foi encontrado por um cidadão, esquartejado próximo de uma plantação de cacau nas matas da rodovia Transamazônica no Km 190.
Corpo de Leiticia
Leiticia ficou  desaparecida por uns 3 dias ate que foi encontrado, quando participava de uma festa junina em sua escola. Além de ter sido encontrada com seus pulsos decepados, os pés cortados e sem o órgão genital, também teriam recebido um tiro na cabeça de uma possível arma 22. Quase um ano que aconteceu o crime, a policia conseguiu colocar as mãos no matador Gilberto Alves Martins da jovem Letícia Menescal de Araújo de 15 anos, fato ocorrido no dia 27 de Junho de 2009.
Gilberto Açougueiro
O delegado na epoca afirmou que ouviu o menor assassino que declarou que mais 6 adolescente participou do crime, e que na época teria sido usado uma camioneta L 200 de cor vermelha. “O menor citou a participação de mais 6 menores no crime, inclusive colocando a participação ativa de todos no crime”, completou o delegado.Em seu depoimento, segundo o delegado Herbert Farias Junior, o menor teria alegado que estava com medo de ser morto, já que os menores envolvidos são filhos de pessoas importantes do município de uruará. O criminoso fugio logo depois.  Em 17 de Janeiro de 2012 Gilberto foi preso novamento por policial de  Belem, ele foi capturado no Conjunto Maguari. O acusado assaltou uma loja de confecções no bairro Aurá, em Ananindeua, de onde levou dinheiro, celulares e a moto da proprietária. Ao levantar a ficha de Gilberto, a Polícia descobriu que o jovem era o principal acusado de esquartejar a jovem Letícia Menescal de Araújo, de apenas 16 anos, no ano de 2008, no município de Uruará.  A sociedade quer uma explicação para as autoridades, e pede justiça para este ato absurdo e a prisão dos demais envolvido no caso.

Agente da Polícia Rodoviária morre em acidente na Transamzônica

O agente aposentado da Polícia Rodoviária Federal Paulo Cézar de Mattos Rabetim, 66 anos, morreu na madrugada de sexta-feira (19), após um acidente no km 112 da Rodovia BR-230 (Transamazônica). Paulo dirigia uma caçamba que fazia parte de um comboio de 20 veículos, com destino a obra de Belo Monte, em Altamira, quando perdeu a direção e caiu no córrego de um rio. Com o impacto, o condutor ficou preso às ferragens tendo morte instantânea. O comandante da Polícia Militar de Novo Repartimento, Capitão Juniel, informou que a equipe de resgate do Corpo de Bombeiros esteve no local, juntamente com uma guarnição de apoio da Polícia Militar. A empresa responsável pelo transporte dos veículos contratou uma funerária para a preparação do corpo e translado para a cidade do Rio de Janeiro, de onde a vítima era natural.
Fonte: DOL, com informações do repórter Wellington Hugles/Correspondente em Tucuruí

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Os riscos por trás das pirâmides financeiras


 Anda-se falando muito em pirâmides financeiras. Mas você sabe do que se trata? Veja algumas orientações para que não caia em uma armadilha em busca de dinheiro fácil.
Um assunto que vem tomando conta dos noticiários nos últimos dias são as famosas e perigosas pirâmides financeiras. De tempo em tempo, vejo esse tema voltar à tona, sempre alimentado pela ilusão de parte da população de que poderá ganhar dinheiro fácil. E, nesse ponto, eu sempre repito: “tudo o que vem fácil, vai fácil”. Assim, cabe às pessoas pensarem cinco vezes antes de entrar em qualquer tipo de negócio, avaliando os riscos, as rentabilidades e, principalmente, se o retorno vai ao encontro com os sonhos e objetivos. Lembrando que todo investimento tem riscos e quanto maior o risco, maior o retorno. Se aparece algo com promessa de altíssimo retorno e baixíssimo risco, desconfie na hora, pois é isso que oferecem as pirâmides.
Na verdade, esse é um modelo comercial que não sustenta e oferece danos aos participantes, se caracterizando assim como fraude. Esse modelo, muitas vezes, é maquiado como sendo um sistema de "marketing multinível", mas essa não é a verdade. O esquema envolve a troca de valores pelo recrutamento de outras pessoas para pirâmides ou, por exemplo, por postagens diárias de anúncios publicitários no Facebook, sem qualquer produto ou serviço ser entregue. Exemplos recentes de empresas que estão sendo investigadas com suspeita de desenvolverem esses sistemas não faltam, sendo as mais famosas, no momento, a Telexfree, BBom, Cidiz, Nnex, Priples e Multiclick. Pirâmide financeira é crime contra a economia popular, afinal, propõe a oferta de ganhos altos e rápidos, o pagamento de comissões excessivas, acima das receitas advindas de vendas de bens reais e a não sustentabilidade do modelo de negócio desenvolvido pela organização. O primeiro problema em relação a esse tema é a própria existência dessas empresas. Deveria haver uma fiscalização séria por parte do governo em relação aos negócios que se abrem, evitando os que se aproveitam para tentar angariar dinheiro fácil. Falta uma ação preventiva, que não permita a abertura de empresas deficitárias.
Porém, existe outro problema, que é comportamental. Infelizmente, pela falta de educação financeira, as pessoas querem ganhar dinheiro para gastar desordenadamente. Existe todo um processo para se conquistar dinheiro e também de administrá-lo. Portanto, as chances de sair com prejuízos nesse tipo de ação é muito grande e, mesmo que isso não aconteça, o dinheiro que estará ganhando será em função de prejuízos de outros. E é importante que se tenha em mente que, ao se associar a uma prática ilegal, também poderá ser investigado por essa ação.
Porém, é importante que se faça uma distinção dessas ações ilegais, como o marketing multinível, e o de rede, que é uma prática legal. Se a empresa faz o marketing de rede, mas contém um patrimônio líquido de garantia real, que sustenta a operação, ao invés de utilizar os clientes novos para pagar os antigos. A ação não é configurada como pirâmide financeira, pois não tem risco. Como ocorre com a Herbalife.
O problema ocorre quando o retorno não é em produto, e sim em serviço. Fica mais complicado e difícil de apalpar. É um processo de altíssimo risco. Se tivesse um órgão regulador que obrigasse a companhia que quer realizar o marketing multinível a ter dinheiro suficiente na reserva, tudo seria melhor.
Mas, como isso não acontece, a recomendação é cautela. Sempre questione qualquer oportunidade de ganhar dinheiro fácil. Saiba que educação financeira não é saber investir o dinheiro, mas sim todo o comportamento que se tem em relação a ele.  Por Reinaldo Domingos 

URUARÁ SEDIA 1ª CONFERÊNCIA INTERMUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

Realizada nesta quinta-feira, 18 de julho, a 1ª Conferência Intermunicipal de Meio Ambiente, onde participam os municípios de Uruará, Medicilândia e Brasil Novo. O Evento aconteceu no Clube SOCRECA, município de Uruará. A Conferência teve como tema: “Vamos Cuidar das Cidades – Resíduos Sólidos”, e objetivou promover o debate sobre as políticas Municipais de Resíduos Sólidos e discute quatro eixos, sendo eles: Produção e Consumo Sustentáveis; Redução dos Impactos Ambientais; Geração de Emprego, Trabalho e Renda e, Educação Ambiental. Entre as autoridades se fizeram presentes o vice-prefeito de Brasil Novo, Jr. Lorenzoni; os secretários de Meio Ambiente, Emerson Vitoria (Uruará), Zelma Luzia (Brasil Novo) e a Dayane, representando o secretário Chico Aguiar de Medicilândia; o chefe de Gabinete da Prefeitura de Uruará, Leandro Oliveira; os vereadores Amaury Buxudo e Joãozinho do Sindicato. Participaram também, Diógenes Brandão e Marcos Dimitre da Comissão Organizadora da Conferência Estadual de Meio Ambiente; além dos palestrantes Bruno Gonçalves Baiana e Patrícia Elias Sahium da Norte Energia e Emanoel Carolo Engenheiro Agrônomo da SEMA, além de alunos da PAFOR, UFPA e IFPA, Associações, Sindicatos, população em geral. Pela manhã, foi apresentado o programa Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, pelo presidente do IDMU, Paulo Medeiros e apresentação de painéis dos Municípios de Uruará, Medicilândia e Brasil Novo. A tarde, aconteceu as palestras sobre Resíduos Sólidos, com Bruno Gonçalves Baiana; Programa de Educação Ambiental - UHE Belo Monte no Contexto do PBA, com Patrícia Elias Sahium e Resíduos Sólidos, abordando os quatro eixos temáticos da Conferência, com Emanoel Carrolo. Também foram realizadas as propostas, debates e aprovação das propostas e, a eleição da escolha dos delegados para a conferência estadual, nas representatividades: Governo, Sociedade Civil e Setor Empresarial. Ao final, aconteceu a apresentação cultural da Cia Municipal de Expressões Artísticas e Culturais e, a entrega de certificados aos conferencistas.
Por: Cirineu Santos Fotos: Célio Santos e Eliel Santos ASCOM/PMU 

quinta-feira, 18 de julho de 2013

MPF denuncia ex-prefeito de Jacareacanga por desvio de dinheiro

O Ministério Público Federal (MPF) no Pará denunciou o ex-prefeito de Jacareacanga, Eduardo Azevedo, e sua ex-assessora Vera Lúcia Azevedo, que seria sobrinha do ex-prefeito, pelo desvio de R$ 100 mil. A
verba seria de um convêrnio entre o município e o governo federal, e deveria ter sido utilizada, de acordo com a procuradoria, para a construção de um sistema de abastecimento de água na aldeia Sai-Cinza, da etnia Munduruku. Segundo o MPF, ao visitar a aldeia o procuradores constataram que o único sistema de abastecimento de água da tribo era uma obra realizada em 2008 por uma empresa contratada pela Funasa, então responsável pela saúde indígena. O MPF diz ainda que questionou o ex-prefeito, já que não houve prestação de contas do recurso federal.  Ainda de acordo com o MPF, as investigações apontam que a assessora do prefeito seria responsável pelo esquema. Ela seria moradora do município de Itaituba, onde fazia o saque do dinheiro e enviava, via aérea, para o ex-prefeito. Se condenados, os denunciados podem perder o cargo público e ficar impedidos de exercer função pública por até cinco anos. O MPF também quer que os denunciados devolvam aos cofres públicos os valores desviados.
O convênio
Firmado em dezembro de 2003, o convênio entre a prefeitura e o governo federal tinha verba que totalizava R$ 150 mil. O município teria recebido repasse inicial de R$ 60 mil em 1º de julho de 2004. Em seguida, o valor de R$ 45 mil foi pago em 25 de outubro de 2004, somando R$ 105 mil. O restante do dinheiro ainda foi repassado ao município, mas não chegou às mãos dos denunciados. Fonte G1 Pará

Em julgamento no TCE, ex-prefeito é responsabilizado a devolver 5,3 milhões de reais em valores atualizados

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PA) julgou 29 processos, na sessão plenária desta quinta-feira 20 de junho. Do montante julgado, 21 eram prestações de contas, duas tomadas de contas, quatro aposentadorias, um recurso de revisão e um embargo de declaração. Dos processos de prestações de contas, 15 foram julgados regulares. Duas prestações tiveram a regularidade com multa somada em R$ 1.289,56 e uma prestação foi julgada regular com ressalva e multa de R$2.500,00. Dois processos de prestações foram julgados irregulares, sem devolução, porém com multas somadas em R$3.400,00. O Pleno também votou pela reabertura processual de uma prestação de contas. Quanto aos processos de tomadas de contas, um foi retirado de pauta. Já o processo instaurado na Prefeitura Municipal de Breves, tendo como responsável o sr. Gervásio Bandeira Ferreira, foi julgado irregular pelo relator, conselheiro Ivan Barbosa da Cunha. O ex-gestor terá que devolver aos cofres públicos a quantia de R$ 5.363.753,29 em valores atualizados, além da multa de R$8.000,00. Todas as aposentadorias foram deferidas pelo Pleno. O único recurso de revisão da pauta teve o conhecimento e o provimento parcial. O processo de embargo de declaração teve o conhecimento, no entanto sem o provimento do recurso.

Polícia Civil de Uruará já identificou o assassino de índio Tembé

Após ouvir o depoimento de pessoas que presenciaram o assassinato do índio da etnia Tembé, Orlande Tembe de Abreu, de apelido Bil, de 24 anos, ocorrido por volta das 23 horas de domingo, 14 de julho, a Polícia Civil já identificou o assassino. Trata-se de Leomarque Nascimento dos Santos, conhecido por Léo ou Baroneta. O inquérito policial foi tombado e presidido pelo delegado Godofredo Martins Borges que comanda as investigações feitas pelos investigadores Tadeu e Eládio. Ontem, foram ouvidas quatro testemunhas pelo escrivão Marcelo Eduardo. Entre elas, está a esposa do autor do homicídio, que presenciou o fato. As buscas ao acusado são realizadas pelas Polícias Civil e Militar. “Segundo depoimentos das testemunhas que ouvimos na Delegacia, duas delas testemunhas oculares, o crime ocorreu devido a uma desavença durante partida de bilhar. Segundo testemunhas, houve uma agressão por parte da vítima e o acusado, que revidou com uma facada e matou o indígena por motivos fúteis”, informou o escrivão. O crime aconteceu num bar do bairro Pimentolândia após desavença entre o índio e o autor do homicídio durante partida de bilhar. Leomarque pegou um punhal com um amigo e deu uma única punhalada no peito esquerdo de Orlande. Após cometer o homicídio, Leomarque foi até sua casa, onde apanhou documentos pessoais e fotografias e fugiu com a arma do crime para um local ainda desconhecido.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

SITUAÇÃO DA CACHOEIRA SECA É DISCUTIDA EM BRASILIA PELO PREFEITO DE URUARÁ, EVERTON.

Acontece nesta manhã na Casa Civil - Palácio do Planalto, reunião por solicitação da Casa Civil da Presidência da República, para tratar da reserva CACHOEIRA SECA, área concentrada nos municípios de Altamira, Placas, Rurópolis e Uruará, representados nesta reunião pelos respectivos Prefeitos.O prefeito Everton apresentou as insatisfações dos pioneiros da região, como a regularização fundiária de terras; a regularização ambiental e o reconhecimento das famílias que residem naquela área.Na reunião estiverão presente alem do Prefeito de Placas os presidentes dos SINDICATOS: Edson Ferreira (SINPRUR), Carlindo (STTR), Dona Melaine, o Presidente da Câmara de Uruará Gedeon. Tambem fiseram parte da reunião o Senador Flexa Ribeiro, Deputados Federais Asdrúbal Bentes, Lira Maia, Giovanni Queiroz e Zé Geraldo, além de representantes da FUNAI, INCRA, Ministério Público Federal, Ministério das Cidades, Ministério da Agricultura, Ministério da Justiça, STTR e Sindicato dos Produtores Rurais, a reunião foi sendo conduzida pelo representante da Casa Civil da Presidência Dr. Johannes Eck. 

NORTE ENERGIA S/A: NOTA À IMPRENSA‏

A Norte Energia S/A, empresa responsável pela instalação e operação da Usina Hidrelétrica Belo Monte, informa que se propõe a participar de reunião com as lideranças das colônias de pescadores da área de influência da usina. A empresa sugere que o encontro aconteça entre 30 de julho e 05 de agosto de 2013, em local apropriado e de conveniência para essa categoria. A sugestão de reunião foi enviada oficialmente ao presidente da Colônia Z12, Giácomo Schaffer, em documento assinado pelo diretor socioambiental da Norte Energia, João Pimentel. Desta forma, a Norte Energia reitera o conceito democrático de sempre ouvir e se fazer ouvir entre a comunidade e demais instituições da área de influência da usina hidrelétrica Belo Monte. A empresa informa, ainda, que em momento algum as atividades dentro dos canteiros sofreram qualquer tipo de paralisação.  Norte Energia S/A Assessoria de Imprensa

MULTICLIK DEVE SER A PROXIMA A SER BLOQUEADA PELA JUSTIÇA.

Depois do Bloqueio da Telexfree e da Bbom por suspeitas de Piramides finaceira, a Multiclik que tambem
tem o mesmo seguimento de Piramides finaceira, poderá ser bloqueada a qualquer momento. Diante de uma Força Tarefa criada pelos Ministerios Publicos estaduais e Federais,de varios estados Brasileiros para investigar essa empresa, a situação dos investidores nessas Piramides poderá ser castratoficas, gerando assim muitos prejuizos. Portanto todo cuidado e pouco, quando alguem oferecer investimentos com ganhos facil e lucros muito alto, todo cuidado e pouco, pois você poderá estar sendo enganado.

terça-feira, 16 de julho de 2013

segunda-feira, 15 de julho de 2013

URUARÁ - CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

GRUPO DE CONVIVÊNCIA “VIVER MELHOR” ENCERRA ATIVIDADES DO 1º SEMESTRE DE 2013 EM BALNEÁRIO
Aconteceu na última sexta-feira 05/07/2013 o encerramento das atividades do Grupo de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Pessoa Idosa (Programa do Idoso), o fechamento das atividades do primeiro semestre aconteceu em grande estilo no balneário do Matias, onde a Equipe do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), juntamente com a coordenação do serviço do idoso passou o dia de lazer para a melhor idade. A Secretária de Assistência Social, Daniella Christofoletti, esteve presente no evento e ressaltou que atividades como
essa acontecerão com freqüência, para que os idosos se sintam integrados com a comunidade e com o grupo de convivência, pois é um fator fundamental para melhorar a qualidade de vida das pessoas da melhor idade que freqüenta o serviço. A secretária agradeceu a presença e o empenho de toda equipe do CRAS que acompanharam os idosos nesta atividade de lazer. É a Secretaria Municipal de Assistência Social e o Governo Uruará Pode Mais trabalhando para a população Uruaraense

O debate da Maioridade Penal, em Mato Grosso

A redução da maioridade penal é uma questão que precisa ser melhor discutida. A diminuição por si só não resolve porque é fato que percebemos que cada vez mais chegam adolescentes infratores com menos idade.
*Francielle Rodrigues Iared
Juiz da 2a. Vara de Infância e Juventude de Cuiabá, Antônio Veloso Peleja Júnior.
De acordo com essas palavras o Sr. Juiz Peleja Junior, aponta pra gravidade do censo comum que está se tornando o tema da "Maioridade" em nosso país. Existe uma grande comoção que toma conta de toda sociedade brasileira, devido principalmente aos últimos assassinatos praticados por jovens adolescentes que ganham repercussão na mídia nacional e internacional, e trazem à tona acaloradas discussões sobre a redução ou não da maioridade penal. Os debates que vem ocupando espaços regionais, evidenciam duas correntes que, sob embasamentos jurídicos, se posicionam contra ou favor. Todavia, há que se considerar que a problematica vai muito além da esfera jurídica e se aprofunda no âmbito social, cuja sociedade clama por mudanças efetivas no tocante as políticas públicas, sobretudo, quanto aos novos conceitos e reestruturação das famílias.  Para tanto, o sistema juridico nacional defende a urgência de se repensar o papel e o desempenho da educação, bem como das entidades envolvidas, no que tange as estruturas dos locais que acolhem esses menores para que o Sistema Nacional de Atendimento Socioedutativo (SINASE) se firme, numa realidade, para estancar o crescimento das infrações e as reincidências. Embora os dados estatísticos só venham a contribuir com as informações do juiz acima citado, acerca da percepção do aumento de jovens e adolescentes cada vez mais envolvidos no mundo do crime. No Estado de Mato Grosso, a Coordenadoria de Estatísticas da Polícia Judiciária Civil tem registrado dados alarmantes do alto índice de crimes praticados envolvendo jovens e adolescentes, somente em Cuiabá, cujos Boletins de Ocorrências revelam um crescimento em torno de 40% em 2012, ou seja, passando para 4.381 registros ante os 3.126 verificados em 2011. Nessa mesma direção, a promotoria criminal da Infância e Juventude de Cuiabá, representada aqui pelo Sr. Manoel Rezende, destaca a falta de estruturas adequadas, dizendo que: "O problema começa na desestruturação familiar. Muitos sofrem privação de cuidados e abandono no lar. São filhos de pais usuários de drogas e/ou separados, o pai não está presente fisicamente e emocionalmente e sequer se responsabiliza pelo apoio financeiro e, então, a mãe tem que se desdobrar para trabalhar fora o dia inteiro". Isso tudo, segundo a justiça de Mato Grosso se deve devido a ausência dos pais, pois as crianças e adolescentes viram presas fáceis, são cooptadas para o crime e acabam parando nas unidades socioeducativos e a partir daí, o que torna mais grave é a lentidão nas melhorias necessárias inexistentes no interior dos abrigos que seriam destinados ao atendimento desses pequenos infratores, muito insalubres e com medidas pontuais ou pouco eficazes para reinserir o jovem delinquente de volta a sociedade. Assim, cabe ao poder público oferecer escola pública de boa qualidade que seja em período integral para os jovens e adolescentes, de modo a coibir a violência drasticamente. Esses jovens que ali estiverem deverão contar com cinco refeições por dia, atividades sócioprofissionais e acompanhamento de equipe pedagógica, que poderá trabalhar a vocação que cada um traz implícita. Recentemente assassinatos praticados por adolescentes deliquentes geraram uma verdadeira comoção social cuja sociedade saiu às ruas, implorando por mudanças no Código Penal Brasileiro, que diga-se de passagem, quando de sua elaboração na segunda metade do século passado, atendia a uma realidade específica e, que não se adequa a realidade contemporânea. Esse episódio veio a tona, com a morte de um jovem universitário de 19 anos assaltado em frente da sua casa, em São Paulo, e o mesmo foi morto friamente sem sequer esboçar qualquer reação de resistência contra seu agressor. O adolescente que praticou o ato infracional completou 18 anos alguns dias depois, mas como o crime foi cometido antes da maioridade penal, vai responder pelas regras do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).  Esse fato tem gerado indignação por parte da sociedade civil organizada, haja vista que os atalhos que a lei permite, contribui para o benefício dos adolescentes infratores em detrimento das vitimas cometidas pelos crimes executados acima mencionados. Assim, penso que o problema vai muito além seja de construção de novos prisídios, como da simples mudança e aplicação no Código Penal Brasileiro, acerca da Maioridade, como a mídia em geral, busca reforçar todo momento. Mas, sim que esses acontecimentos sirvam como alerta real aos governantes que precisam se conscientizar da necessidade de investimentos na educação e no acompanhamento das famílias que sofrem com tudo isso.
*Francielle Rodrigues Iared, acadêmica do curso de Direito da UNIC é orientanda do Prof. Dr. Ney Iared Reynaldo, docente do Departamento de História e do Curso de Ciências Economicas/ICHS/CUR/UFMT, Rondonópolis - MT.